10º Baep faz treinamento com arsenal de réplicas

Armamento foi doado pelo Exército (Divulgação)

Policiais militares do 10º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) realizam treinamento com arsenal de réplicas, que foram doados recentemente pelo Exército. De acordo com o Setor de Comunicações do Batalhão, os armamentos têm a mesma característica e especificações do armamento real (peso, manejo, dentre outras características).

A utilização das réplicas permite que os policiais mantenham os armamentos reais preservados para o serviço operacional, realizando treinamentos e diversas intervenções policiais com simulações complexas com baixo custo e risco ao policial e com bastante realismo.

O efetivo do 10º Baep já realizou vários treinamentos simulados tanto na sede do batalhão como também em edificações da cidade.

O Setor de Comunicações informou ainda que o treinamento contínuo aprimora o adestramento e a operacionalidade do policial, colocando em prática os operacionais, as técnicas policiais, criando memória muscular e capacidade de decisão rápida.

Em nota, o 10º Baep agradeceu a compreensão e apoio do Exército Brasileiro com a Polícia Militar do Estado de São Paulo e a integração importante com o 1º Batalhão de Ações Especiais de Campinas.

INAUGURAÇÃO
O Governo de São Paulo publicou no dia 28 de agosto de 2019, o Decreto nº 64.413, que cria o 5º BPChq – Canil (5º Batalhão de Polícia de Choque), sediado na Capital, e os 10º Baep (Piracicaba) e 11º Baep (Ribeirão Preto).

O 10º Baep foi inaugurado no dia 19 de dezembro de 2019, em Piracicaba. Na ocasião, o governador João Doria (PSDB) e o secretário estadual da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, e autoridades da cidade e região participaram da solenidade, que foi realizada na sede, do novo Batalhão, que fica na rua Maringá, 450, no Jardim São Francisco. O comandante do 10º Baep é o tenente-coronel Fernando Aparecido de Souza.

O batalhão atende os 52 municípios que fazem parte do CPI-9 (Comando de Policiamento do Interior). Piracicaba foi a 11ª unidade entregue.

O efetivo está preparado para atender ocorrências com maior complexidade com reféns, explosivos, uso de armamento mais potente, além de atuação junto ao Ministério Público contra o crime organizado, principalmente ações como roubos de carga, caixas eletrônicos, tráfico de drogas.

 

Cristiani Azanha

[email protected]

 

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

1 × quatro =