10º Baep prende condenado por estupro durante Operação Divisa

Condenado a mais de 12 anos de prisão foi localizado em São João da Boa Vista (Divulgação)

Atualizada em 08/07/20 às 17h15

Um homem de 51 anos, condenado a mais de 16 anos, por estupro de vulnerável foi preso pelo 10º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) durante a Operação Divisa, desencadeada pela Polícia Militar contra o crime organizado. O homem foi preso na cidade de São João da Boa Vista, na divisa de Minas Gerais. Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública), detiveram 181 pessoas, 1,5 mil veículos e 28 estabelecimentos comerciais foram vistoriados. Foram apreendidos mais de 135 quilos de drogas – entre cocaína e maconha, 17 celulares e mais de 4 mil outros objetos diversos, além de quase R$ 4,3 mil.

De acordo com os policiais do 10º Baep, o condenado pela Justiça foi localizado pelos policiais do Baep durante o patrulhamento realizado na Vila Brasil, naquela cidade.

Os PMs receberam informações de que um homem que residia em condomínio era foragido da Justiça. Após confirmaram que ele tinha mandado de prisão decretado pela Justiça, os policiais estiveram na residência do foragido. Quando chegaram ao endereço informado, localizaram apenas a sua esposa, que teria relatado aos policiais, onde seu marido estava.Os policiais estiveram no endereço informado, onde ele teria sido encontrado.

DIVISAS

Mais de 180 já foram detidas durante a Operação Divisas Integradas I
A ação, que ainda está em andamento, teve início na manhã desta terça-feira (7), entre os estados de São Paulo e Minas Gerais. A atividade teve início na manhã desta terça-feira (7), a ação é realizada nos limites entre os dois Estados – balizada pelo eixo da Rodovia Fernão Dias.
As atividades são deflagradas simultaneamente pelas equipes para cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão, com o objetivo de combater o crime organizado e os ilícitos na região de divisa, em especial os realizados em estabelecimentos bancários e que envolvem o uso de materiais explosivos.

Cristiani Azanha

[email protected]