Penitenciária tem 21 casos confirmados e suspeitos de covid-19

Medidas de prevenção foram adotadas pela SAP (Claudinho Coradini/JP)

A SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) confirmou que na Penitenciária Masculina de Piracicaba, seis servidores foram confirmados com a covid-19 e outros quatro casos suspeitos. Todos foram afastados das atividades. Na mesma unidade, 11 presos foram positivados para a doença e cinco foram isolados com suspeita do novo coronavírus. A Pasta informou que três detentos já retornaram ao convívio com a população carcerária. No CDP (Centro de Detenção Provisória) Nelson Furlan e no CR (Centro de Ressocialização) Feminino Carlos Sidnes de Souza Cantarelli nenhum caso foi registro.

A SAP informou que na penitenciária, do total de servidores

A Pasta enfatizou que casos suspeitos entre os presos, o paciente é isolado e a Vigilância Epidemiológica local é contatada. Os servidores em contato com o paciente devem usar mecanismos de proteção padrão, como máscaras e luvas descartáveis. Se confirmado o diagnóstico, além de continuar seguindo os procedimentos indicados, o preso será mantido em isolamento na enfermaria durante todo o período de tratamento.

Na região, dois servidores morreram em decorrência de covid-19. No dia 23 de junho, o agente Vanderlei de Almeida, 55, que trabalhava no CD de Americana faleceu. Dias antes, o agente Osmar Donizete Zeneratto, 59, que trabalhava na Penitenciária 3 de Hortolândia morreu.

A Secretaria enfatizou que todo servidor com suspeita de diagnóstico de Covid-19 está devidamente afastado sob medidas de isolamento em sua residência, conforme orientações do Comitê de Contingência do coronavírus e a Secretaria acompanha seu quadro clínico, fornecendo todo o suporte necessário para sua recuperação.

Recentemente, a SAP informou que distribuiu 2.744.620 de unidades, entre materiais descartáveis e reutilizáveis nas 176 unidades prisionais do Estado para reeducando e servidores. A iniciativa está sendo realizada desde março deste ano.

A Pasta informou que desse total, 400 mil máscaras descartáveis foram adquiridas pela SAP e 100 mil recebidas do Governo do Estado. E as outras 1,5 milhão de máscaras foram recebidas dos Ministérios da Justiça e Segurança Pública e da Saúde, por meio do Depen (Departamento Penitenciário Nacional).

Cristiani Azanha

[email protected]