184 merendeiras não receberam salário da Nutriplus

Foto: Alessandro Maschio/JP

Segundo o último levantamento do Sintercamp (Sindicato dos Trabalhadores em Refeições de Campinas e Região), 184 merendeiras não foram pagas pela Nutriplus. A empresa saiu do serviço no último dia 8 e foi substituída Della Fattoria Alimentare no dia 13 passado – quando entrou em vigor o terceiro contrato emergencial para a alimentação escolar em Piracicaba. A Nutriplus não respondeu à reportagem do JP, mas, conforme o Sintercamp, não deve ter dinheiro em caixa porque a justiça reteve os pagamentos que deveriam ser feitos pela prefeitura.

O secretário-geral do sindicato, Carlos Nascimento, contra sobre a situação, a começar pela administração municipal. “Vale lembrar que a falta de pagamento dos salários é algo que já imaginávamos que iria acontecer. A prefeitura simplesmente foi negligente com todos os indícios que apresentamos e trouxe de volta o problema à tona, admitindo a empresa nesta nova licitação.”

Cristiane Bonin
[email protected]

LEIA MAIS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

três × 4 =