1ª Corrida ESG, com mais de 1.420 inscritos, é realizada pela Prefeitura no Engenho Central

Foto: Isabela Borghese

Petminhada foi uma das atrações do evento e contou com cerca de 700 participantes

A Prefeitura de Piracicaba realizou no último sábado (30), a 1ª Corrida ESG, no Engenho Central, como parte da programação de aniversário de 255 anos da cidade. Com largada e chegada ao lado do armazém 17, os 1.422 inscritos participaram da prova. A 1ª Corrida ESG foi uma realização da Prefeitura em conjunto com o projeto Potinho Cheio, da vereadora Alessandra Belucci, e Egrégora Servatvs, com organização da Chelso Sports e Moby Eventos. Todo o valor arrecadado com as inscrições foi revertido para ações sociais e causa animal do município.

Disputada nas modalidades 5k e 10k, o percurso da corrida foi nas avenidas Cruzeiro do Sul e Paulista, e teve premiação nas categorias geral-masculino, geral-feminino e por faixa etária. Todos os participantes receberam medalha.

Para Alex Gama Salvaia, titular da Secretaria de Defesa do Meio Ambiente, a realização do evento superou as expectativas. “Esse foi o primeiro evento que realizamos nesse sentido e percebemos que foi além das expectativas. A corrida foi pensada de uma forma diferenciada, acontecendo em um sábado e pela primeira vez em conjunto com outros eventos. Queremos colocar a Corrida ESG como parte do calendário oficial da cidade. Além disso, também estamos pensando em outros eventos para os próximos meses”, destaca.

Guilherme Celso, diretor da Chelso Sports destacou o sucesso da 1ª Corrida ESG. “Foi um sucesso, ficamos muito felizes com o resultado, com a superação dos atletas finalizando a prova, que teve uma dinâmica nova, tanto para a cidade quanto para os próprios atletas. Então o resultado foi muto bom. E agora esperamos que a corrida entre pro calendário oficial da cidade, se tornando tradição, como tantas outras corridas que temos em Piracicaba”, diz.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade de Piracicaba (Fussp), Andréa Almeida, foi uma dos atletas que enfrentou o percurso de 5k. Além disso, ela participou da entrega dos troféus aos campeões. “Gosto de correr e mantenho a corrida no meu dia a dia. Então, fiz questão de participar da 1ª Corrida ESG e sentir a alegria de participar de um evento muito bem organizado e gostoso. Mais um ponto positivo para a cidade, em receber essa ação voltada para a saúde e qualidade de vida”, salienta.

O evento contou com patrocínio da Hyundai, Ambiental Piracicaba, CJ Brasil, Delta Supermercados, ElringKlinger, Embraplan Engenharia, Silcon e Agropecuária do Mané.

O resultado final da 1ª Corrida ESG está disponível em: https://www.cronoserv.com.br/m/EventStage.aspx?prova=220094#home.

OS VENCEDORES – Correndo há apenas dez meses, o primeiro colocado da categoria geral-masculino 5k, Renato José da Silva, da equipe Tietê Runners, completou a prova em incríveis 16 minutos e 32 segundos. “Recentemente fui campeão na modalidade 10k em Americana e agora aqui, em Piracicaba. Isso demostra que a nossa equipe está indo bem. É um pessoal unido e que representa o esporte, porque a corrida é isso, aliar saúde e todas as amizades que fazemos ao longo do caminho”, ressalta.

Na categoria geral-feminino 5k, a campeã foi Anny Karoline da Equipe BM Treinamento, que finalizou o percurso em 20 minutos e 07 segundos.

Já na modalidade geral-masculino 10k, Alaelson Bispo dos Santos, da Equipe Vênus, foi o primeiro a cruzar a linha de chegada, com o tempo de 35 minutos e 31 segundos. “Corro há sete anos e esse é meu segundo pódio geral. Participar da corrida foi muito bacana. Estamos sempre treinando muito, então vencer é muito bom e nos impulsiona a seguir”.

Rossana Anabela Silveira, da equipe Amigos da Corrida – VLJ, foi primeira colocada no geral feminino 10k, completando a prova em 44 minutos e 43 segundos. Correndo há pouco mais de um ano, Rossana disse que o pódio é sinônimo de incentivo. “Esse foi meu primeiro pódio geral e fica como mais um incentivo para continuar sempre”, afirma.

POTINHO CHEIO – Após a corrida, o evento ficou por conta da programação especial desenvolvida pelo projeto Potinho Cheio, que contou com food trucks, apresentação da coreografia de maculelê feita por crianças e adolescentes atendidos no Case Bosques do Lenheiro, agendamento para castração de animais, apresentação de adestramento de animais, serviços de saúde, estrutura de educação de trânsito para crianças e petminhada, que teve cerca de 700 participantes e muitos pets, de cães até coelho. O encerramento do evento ficou por conta do show com o grupo de pagode Jeito Moleque.

O casal Roberta de Toledo Almeida Borges e Ronan de Alencar Borges foram prestigiar o evento com seus cães Filó, de 4 anos, e Ká, que tem 19 anos e uma linda história. “O Ká chegou até mim por meio de uma amiga. Ela o resgatou com um ano, doente, todo descuidado e tratou dele com muito carinho. Porém, quando ele tinha dez anos, ele começou a fugir da casa dela para ficar comigo. O Ká passava o dia grudado em mim e, então, eu tive que adotá-lo, a dona dele acabou o entregando a mim, porque nos tornamos inseparáveis”, conta.

Roberta diz que agora é impossível encontrá-la sem a presença do Ká. “Ele está há nove anos comigo e desde então ninguém me vê sem ele. É algo inexplicável. Falar do Ká, contar a história dele, é uma das coisas que mais me dá prazer. Esse cãozinho é um doce, todos se apaixonam por ele”, destaca.

Da Redação

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

8 + 14 =