Representantes dos partidos, do MP-SP e da OAB acompanharam o procedimento | Foto: Amanda Vieira/JP

A 270ª zona eleitoral de Piracicaba realizou, na tarde de ontem (6), a conferência das urnas para possibilitar a fiscalização por parte dos partidos e da população. A solenidade foi acompanhada por representantes de diversos partidos da cidade, assim como pelo MP-SP (Ministério Público do Estado de São Paulo) e pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).


Além de Piracicaba, a 270ª zona eleitoral também realizou ontem conferência das urnas para as eleições de Saltinho.


Conforme o juiz eleitoral da 270ª zona eleitoral, Mauro Antonini, explica, o processo de carga dos dados das urnas foi finalizado e a solenidade tem por objetivo tornar público que nos equipamentos não constam votos antecipados para qualquer candidato.

LEIA MAIS:

Duas urnas de seções de Piracicaba foram selecionadas de forma aleatória por representantes de partidos. Em seguida, foi emitido o documento chamado zerésima de cada uma, o qual mostra a lista de candidatos à Câmara de Vereadores e à Prefeitura de Piracicaba com os respectivos números eleitorais. Na solenidade, os participantes puderam verificar que nenhum deles tinha contagem de votos.


A partir disso, foram simuladas votações e, novamente, os participantes de forma aleatória puderam acessar as urnas. Finalizada a votação simulada, foi emitido de cada equipamento um boletim, quando os presentes puderam conferir se os candidatos aos quais votaram na simulação apareceram corretamente.

De acordo com Antonini, não houve ocorrências adversas ou reclamações durante a solenidade. Os dados foram arquivados em atas e estão disponíveis para a população no Cartório Eleitoral. “O acesso ao cartório é público. Claro que nós estamos em época de pandemia. Mas, se a pessoa quiser, pode solicitar qualquer informação que nós estamos à disposição a prestar”, afirma o juiz.


O primeiro turno das eleições municipais deste ano será no dia 15, com horário das 7h às 17h devido à pandemia. Das 7h às 10h, a preferência é para os idosos. Todos os eleitores devem comparecer de máscara, manter o distanciamento, higienizar as mãos com álcool em gel – que será disponibilizado na seção – antes e depois de votar e, se possível, levar a própria caneta.

Andressa Mota

[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

17 + vinte =