2ª dose para profissionais e idosos, só semana que vem

(Foto: Fernanda Moraes)

As vacinas destinadas à segunda dose, que contemplarão o público formado por idosos e profissionais de saúde de Piracicaba, devem chegar ao município na próxima semana. Segundo Moisés Taglieta, chefe da Vigilância Epidemiológica, a prefeitura está trabalhando com um prazo que varia entre 14 e 28 dias para aplicação da segunda dose da Coronavac. Ele disse que haverá tempo hábil para vacinar todo esse público-alvo.

A Vigilância Epidemiológica de Piracicaba deve receber amanhã mais 3.070 doses da vacina Coronavac contra a covid-19, produzida em parceria com o Instituto Butantan. A previsão é que as doses cheguem hoje ao DRS-10 (Departamento Regional de Saúde), que fará a distribuição para os municípios que integram a diretoria. Essa remessa será destinada para um novo público, que englobará, também, idosos com 80 anos ou mais, ainda não contemplados com a 1ª dose no município, a partir de segunda-feira, 1º de março.

Enquanto isso, continua a vacinação de idosos com 85 anos ou mais nas 12 unidades de saúde, das 16h às 19h.

O secretário de Saúde, Filemon Silvano, lembrou que o município depende do Governo Federal, que é responsável pelo envio das vacinas, para dar agilidade ao processo de vacinação. “Piracicaba não interrompeu o processo de vacinação, como acontece em vários municípios desde a semana passada. Atendemos profissionais que trabalham na linha de frente no combate à doença e outros grupos de profissionais da saúde, idosos moradores de lares de longa permanência e idosos com 85 anos ou mais. Agora, vamos ampliar para idosos com 80 anos ou mais. Estamos trabalhando dentro das nossas possibilidades, para que a população continue recebendo as vacinas regularmente”, afirmou. O município também depende do governo para continuar a vacinação dos profissionais de saúde que ainda não foram contemplados.

Da Redação

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

treze − nove =