436 alunos da rede estadual precisam recuperar ano letivo na rede estadual

Foto: Amanda Vieira/JP

Dos 26.673 alunos matriculados na rede estadual de ensino na cidade, 436 precisam recuperar o ano letivo de 2020 de acordo com dados da Secretaria de Estado da Educação. Em toda a DER-Piracicaba (Diretoria de Ensino Regional), são 573 alunos dos 29.278 que devem participar do projeto Recuperação Intensiva, que começou na última segunda-feira (4) em todas as unidades de ensino do Estado.


A secretaria informa ainda que os alunos devem comparecer a, no mínimo, 75% das aulas para avançar ao próximo ano. Para atendimento presencial, são priorizados estudantes com menor frequência dos 5º e 9º anos do ensino fundamental e das 3ª séries do ensino médio. Alunos no grupo de risco para a covid-19 podem optar pelas aulas online.

LEIA MAIS:


“Os alunos que entregarem as atividades propostas podem ser aprovados para o próximo ano letivo, mas terão o aprendizado completo avaliado ao final de 2021. Os anos letivos de 2020 e 2021 serão considerados como um único ciclo contínuo. Por isso, a avaliação da aprendizagem será feita ao longo de oito bimestres (quatro de 2020 e quatro de 2021)”, afirma a secretaria.


De acordo com a secretaria, o calendário escolar do ano letivo de 2021 começa em 1º de fevereiro, mas o modelo das aulas está em estudo e depende da fase de cada região no Plano São Paulo na data.


MUNICÍPIO
O mandato coletivo “A Cidade É Sua”, formado pelos covereadores Silvia Morales, Jhoão Scarpa e Pablo Carajol, em requerimento questiona a Secretaria Municipal de Educação sobre a retomada das atividades na rede municipal, com aumento de casos da covid-19. De acordo com os parlamentares, funcionários e equipes de profissionais da pasta receberam convocação para voltar no dia 12.


De acordo com publicação do dia 7 de janeiro no DOM (Diário Oficial do Município), o calendário escolar de 2021 começaria em 25 de janeiro. Porém, por meio da assessoria de imprensa, a pasta informou que “haverá retificação da publicação”, alterando o calendário considerando o decreto municipal que prorrogou a quarentena até 7 de fevereiro. “Como será o formato ainda está em discussão com a equipe”, diz ainda a nota.

Andressa Mota

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 × dois =