6º Festival Nacional de Capoeira tem programação até o começo de agosto

Foto: Afropira

Evento ocorre em diferentes formatos até o dia 3 de agosto; ação é do Afropira

Até o dia 3 de agosto, o Instituto Afropira promoverá o 6º Festival Nacional de Capoeira de Piracicaba, que tem o objetivo de celebrar e levar a capoeira para mais pessoas. Os próximos encontros acontecem nesta quarta-feira (20), às 15h, no Case (Centro de Atendimento Socioeducativo) Jardim Oriente e, às 19h30, terá o Intercâmbio entre os grupos e escolas de capoeira do município, no espaço dos Instrutores Maisena e Mauy do Geacap (Grupo Estilo Acrobático Capoeira). Ambas as atividades ocorrem no mesmo endereço na avenida Luiz Pereira Leite, s/n.

Em diversos locais e em diferentes formatos, as primeiras programações ocorreram na última sexta-feira (15) e seguiram durante todo o fim de semana com uma tarde do pastel, apresentações dos alunos do Geacap, Bloco Afropira com a cantora Elaine Teotonio e o espetáculo “Meu Brasil Brasileiro”, realizado no Sesc Piracicaba.

Nos dias 22 (das 19h às 22h), 23 (das 8h às 22h) e 24 (das 8h às 18h), acontecerão atividades na Chácara Bela Dias com rodas de conversas, aulas de capoeira angola, regional e contemporânea; apresentações culturais e rodas de capoeira. Em cada aula haverá duas turmas, sendo uma para iniciantes, intermediários e avançados.

O Festival já tem programação para a próxima semana: no dia 25, terá atividade virtual no canal do Afropira em alusão ao Dia da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha e a divulgação do Prêmio da Música Capoeira. A partir do dia 26, serão realizadas visitas nas escolas, intercâmbios dos grupos de capoeira, homenagem ao Mestre Cosmo e Mestre Valter, divulgação do vídeo com Mestre Zequinha, a Rota Afro, Roda do Mestre Nelinho e Mestre Boca do Grupo Ìdílé Capoeira.

O encerramento, no dia 3 de agosto, terá apresentação online dos ganhadores do Prêmio da Música.

FENACAP
Promovido pelo Instituto Afropira, o Festival surgiu em 2017, sob a orientação de Mestre Marquinho. Para que fosse possível a realização do festival, foi feito um mapeamento da capoeira dentro de Piracicaba. Com isso, foram descobertos 17 grupos de capoeira cadastrados, com 28 representantes atuando em mais de 50 locais do município.

Fernanda Rizzi
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

5 × cinco =