/Foto: Freepik.

O setor de varejo tem uma grande influência na economia brasileira. Segundo pesquisa da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), o impacto no PIB do país é de 65%, mesmo num  cenário de pandemia. Com a retomada dos comércios e o relaxamento da quarentena no Brasil, empreendedores estão buscando formas de recuperar os lucros e reduzir os danos causados pelo isolamento. 

De acordo com Anderson Locatelli, diretor executivo da Troco Simples – startup que simplifica transações financeiras que envolvem dinheiro em espécie -, um dos maiores erros dos comerciantes é misturar as finanças pessoais com as contas da empresa. “Por falta de educação financeira, muitos empresários acabam perdendo o controle do seu negócio ao cometer um erro básico. Neste período se planejar é importante, quem conseguiu sobreviver à crise está tentando recuperar o prejuízo, por isso monitorar as contas do comércio é essencial”, comenta. 

Para ajudar empreendedores, Locatelli separou 7 dicas – um para cada dia da semana – que podem ajudar na volta do lucro crescente nos negócios.

Defina metas

Definir metas de lucro e gastos auxilia na organização das finanças do negócio e evita futuros imprevistos relacionados ao assunto. Essas metas podem ser baseadas em tópicos como faturamento do mês, engajamento nas redes sociais e adesão de novos clientes. 

Seja econômico 

Por mais que pareça difícil, é possível economizar administrando um negócio. Prezar por fornecedores mais baratos e em treinamentos dos funcionários já empregados, por exemplo, podem ser boas saídas para manter a qualidade do serviço, pagando menos. 

Separe as despesas pessoais e da empresa

Um dos erros mais graves que podem ser cometidos é colocar na mesma conta bancária os investimentos pessoais e os relativos a uma empresa. Essa iniciativa pode gerar uma grande confusão na gestão de um negócio.

O melhor a ser feito é ter uma conta específica para verificar a entrada e a saída de recursos financeiros do negócio. 

Faça bom uso da tecnologia

A tecnologia é grande aliada do comércio, pois é possível adquirir soluções inovadoras que impulsionam a empresa e os lucros obtidos. Um exemplo é a Troco Simples que transforma a moeda comum em troco digital para facilitar a vida dos varejistas. A solução da startup possibilita a economia com transporte de valores e evita a quebra de caixa dos estabelecimentos por falta de moedas físicas.

Seja criativo em novas estratégias

Promoções criativas e inclusão de novos serviços ou produtos chamam a atenção e podem atrair mais clientes. A criatividade importa, pois muitos estabelecimentos estão aderindo a essa prática devido à pandemia. Boas ideias atraem bons clientes. 

Fique atento à datas especiais

Vale à pena explorar datas, tanto as comemorativas, quanto as lucrativas para o comércio, como Black Friday. Com a proximidade das festas de fim de ano, as pessoas tendem a procurar produtos para presentear entes queridos ou buscar serviços para auxiliar na rotina atribulada. Estar visível no mercado nesse período é extremamente importante para fortalecer a economia do negócio.

Explore as redes sociais

O bom uso das redes sociais traz benefícios ao negócio como um aumento da rede de network da empresa, além de atingir novos públicos interessados nos produtos comercializados, que ainda não conheciam a marca. Páginas no Facebook e Instagram alavancam a quantidade de possíveis clientes e, consequentemente, o número de vendas.

Da Redação

LEIA MAIS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 × três =