Até ontem, o novo coronavírus fez 272 vítimas fatais em Piracicaba e deixou 11.023 pessoas infectadas (Foto: Amanda Vieira/JP)

A maioria dos pacientes que testaram positivo para covid-19 em Piracicaba, nos últimos cinco dias, tem idade abaixo de 60 anos. Pessoas acima dessa faixa etária são consideradas com maior risco de morte em consequência da doença, que até ontem fez 272 vítimas fatais na cidade e deixou 11.023 infectados.

Um levantamento feito pela reportagem aponta que nos últimos cinco dias, 634 pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus em Piracicaba. Deste total, 518 (82%) têm idades abaixo de 60 anos. Os números apontam que 151 pacientes estão na faixa etária de 30 a 40 anos, a que mais concentrou doentes no período analisado.

Na sequência, de 40 a 50 anos, somam 112 infectados, outros 100, entre 20 e 30 anos e 85 pessoas com idades entre 50 e 60 anos. Vinte e três pessoas são adolescentes entre 10 e 20 anos e sete têm entre zero e dez anos de idade.

Já entre os mortos, foram registrados 16 óbitos no período, sendo que três vítimas tinham idades até 60 anos (21, 51 e 53).

O coordenador da Vigilância em Saúde em Piracicaba, Moisés Taglieta, destaca que não existe uma ‘preferência’ do vírus por pessoas com mais idade. “A possibilidade de infecção é a mesma, o que preocupa com os idosos é a possibilidade de apresentarem maior gravidade, mas a infecção é distribuída em todas as faixas etárias”, afirmou.

Taglieta admite que, em Piracicaba, ocorreu o diferencial de a cidade registrar ‘alguns grandes surtos’ em ILPI (instituições de longa permanência para idosos), o que atingiu um número maior de idosos no início da pandemia.

SITUAÇÃO DO ESTADO
O Estado de São Paulo registra nesta terça-feira 28.912 óbitos e 765.670 casos confirmados do novo coronavírus. Entre o total de casos diagnosticados de covid-19, 579.467 pessoas estão recuperadas, sendo que 86.585 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) são de 53,2% na Grande São Paulo e 55,2% no Estado. O número de pacientes internados é de 11.549, sendo 6.459 em enfermarias e 5.090 em unidades de terapia intensiva. Ontem, dos 645 municípios, houve pelo menos uma pessoa infectada em 644 cidades, sendo 515 com um ou mais óbitos

ATENDIMENTO EM UPA
A UPA Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Rezende voltará a funcionar normalmente como unidade de urgência e emergência a partir da próxima segunda-feira, às 7h, segundo informou a Secretaria de Saúde do município.

Dessa forma, segundo a pasta, a unidade deixará de atender exclusivamente pacientes com covid-19 a partir de amanhã.

De quinta-feira a domingo será feita limpeza terminal na unidade e a equipe técnica fará os ajustes necessários para o retorno. A secretaria municipal informou que os pacientes vítimas do novo coronavírus, que precisarem de leito de observação a partir de amanhã, contarão, além da UPA Piracicamirim, com o suporte da velha UPA da Vila Cristina (Rua Presidente Venceslau Braz, 69).

‘A unidade foi readaptada para cumprir a função pelo período em que se fizer necessário’, garantiu a prefeitura.

A velha UPA da Vila Cristina, não será porta aberta à população e funcionará apenas como suporte à UPA Piracicamirim, transformada -desde o início da pandemia – em unidade referência e porta de entrada exclusiva para os pacientes com síndrome respiratória e sintomas da covid-19.

A transferência de pacientes de uma unidade para a outra, quando necessária, será feita pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Ao menos 25 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, foram contratados pela Secretaria de Saúde para trabalhar durante a pandemia na velha UPA Vila Cristina, que contará com 14 leitos clínicos, dois leitos de UTI e um de isolamento. “Com essa medida, a UPA Vila Rezende volta a atender a população da região, que merece nossos agradecimentos por ter entendido o momento e nos apoiado na decisão de transformá-la em Unidade de Suporte à Covid-19”, disse o secretário de Saúde, dr. Pedro Mello.

Beto Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

19 − um =