9 câmeras monitoram estradas da região, segundo Artesp

Foto: Amanda Vieira/JP

As rodovias concedidas pelo Governo do Estado são monitoradas durante 24 horas por dia, praticamente em tempo real. Segundo informou a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) o objetivo do monitoramento é garantir a segurança dos motoristas e fiscalizar o tráfego e as ocorrências. A agência informou que, ao todo, são 1.770 câmeras instaladas em pontos estratégicos para a cobertura dos 11,2 mil quilômetros de estradas concedidas – um equipamento a cada 6,4 quilômetros.

Na região de Piracicaba, são nove câmeras distribuídas nas cinco rodovias que interligam as cidades. Na SP-308 (Rodovia do Açúcar), do quilômetro 154 ao 162, há três câmeras. Na Rodovia Ernesto Paterniani do início até quilometro oito são duas câmeras. Já na SP-147 (Rodovia Deputado Laércio Côrte), do quilômetro 129 ao 143, há duas câmeras. Na SP-127 – Fausto Santomauro -, há um equipamento do quilômetro 12 ao 32, enquanto na SP-127 (Cornélio Pires), do quilometro 39 ao 44, há também uma câmera.

A Artesp informou que as informações transmitidas, praticamente em tempo real, para o Centro de Controle de Operações das concessionárias e compartilhadas com o Centro de Controle de Informações da agência – , ajudam a controlar a movimentação de veículos, a fiscalizar irregularidades, monitorar ocorrências de acidentes e, principalmente, prestar atendimento aos usuários em situações de emergência mecânica para o veículo ou prestação de socorro médico, em caso de acidentes nos trechos rodoviários.

A partir dos estudos de segurança viária, os equipamentos estão instalados em locais com maior volume de tráfego de veículos, com potencial para congestionamentos, além de pontos críticos com incidência de acidentes.

Segundo levantamento da Artesp, até outubro de 2020, foram registradas pouco mais de 39 mil ocorrências dos mais diferentes tipos por meio dos sistemas de monitoramento das 20 concessionárias, responsáveis pela administração das rodovias.

“Os sistemas de monitoramento são olhos atentos que podem detectar uma ocorrência, antes mesmo de qualquer contato do usuário com a concessionária. Essa tecnologia possibilita à administradora tomar decisões imediatas e necessárias que podem fazer a diferença, especialmente em casos que envolvem a segurança do usuário”, explica Milton Persoli, diretor-geral da Artesp.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

4 × três =