9 homens são presos e 1 adolescente é apreendido

DIG Ação foi realizada pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Piracicaba. (Divulgação)

 

Ação foi realizada pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Piracicaba. (Divulgação)

Uma ação realizada ontem pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Piracicaba resultou na prisão de nove homens e apreensão de um adolescente. A operação tinha por objetivo o cumprimento de mandados de prisão e durante cinco horas de trabalho os policiais efetuaram as prisões. De acordo com as informações da especializada, os acusados estão envolvidos em crimes que vão desde o não pagamento de pensão alimentícia até assalto com uso de armamento pesado. Já o adolescente era procurado por envolvimento com o tráfico de drogas. Ele foi apreendido, apresentado no Fórum e deve ser encaminhado à Fundação Casa. A operação da DIG foi comandada pelo delegado titular da delegacia, Demétrius Gondim Coelho e teve início na madrugada de ontem.

Entre os presos, está um homem acusado de ter participado de ao menos dois assaltos praticados por uma quadrilha em Piracicaba há 16 anos. Durante os crimes, os criminosos usaram armamentos pesados como fuzis, metralhadoras e outras armas de grosso calibre. De acordo com um dos investigadores que participou da ação de ontem, os roubos foram praticados em 2002 a dois estabelecimentos comerciais, sendo uma joalheria e a uma imobiliária na cidade. Segundo o policial civil, as duas ocorrências foram as primeiras registradas nas quais os assaltantes usavam armamento pesado. De acordo com as informações da Polícia Civil, os outros participantes dos roubos com armamento pesado estão presos e o acusado preso ontem respondia em liberdade. Os nove detidos na ação de ontem da DIG foram encaminhados para a Cadeia Pública de São Pedro e à Carceragem do Plantão Policial.

No final do ano passado, a Delegacia de Investigações Gerais cumpriu outros nove mandados de prisão na cidade. Participaram da ação 15 policiais civis, divididos em cinco equipes, para uma ação que teve seis horas de duração. As prisões cíveis foram decorrentes de determinação da Justiça, e os presos eram devedores de pensão e um procurado por roubo.

 

(Beto Silva)