A importância de um sorriso saudável

Dentistas alertam sobre a influência do sorriso na saúde

A boca desempenha importantes funções que repercutem na saúde do organismo como um todo. Além de exercer papel fundamental na fala, na mastigação e na respiração, a boca é a maior cavidade do corpo a ter contato direto com o meio ambiente, sendo a porta de entrada para bactérias e outros microrganismos prejudiciais à saúde. Uma boa higiene bucal diminui o risco de desenvolvimento de problemas bucais e dentários. É importante ressaltar que doenças da boca têm relação direta com o fumo, o consumo de álcool e a má alimentação”, afirma a cirurgiã-dentista especialista em patologia, Natália Galvão.

SAÚDE DO SORRISO X AUTOESTIMA

Pesquisa feita pela Universidade de Brasília em 2014 revelou que o sorriso corresponde a 40% da beleza da face na
percepção das pessoas, desconsiderando qualquer caráter afetivo no julgamento, mas revelando uma área de atenção quando a autoestima é relacionada a estética. De acordo com a Sociedade Brasileira de Odontologia e Estética (SBOE), a procura por procedimentos estéticos odontológicos tem crescido numa média de 300% ao ano. Dentre os procedimentos mais procurados estão: clareamento dental, implantes, alinhadores ortodônticos (o famoso aparelho), facetas, lentes de contatos e cirurgia gengival.
Isso é devido ao extinto do ser humano se sentir atraído por pessoas que aparentam ter saúde, casos os dentes estão sujos, amarelados ou a gengiva vermelha, a pessoa se torna menos atraente por mostrar não ter saúde já pela boca. Os aparelhos também são usados para um tratamento além do estático. Existem casos cuja mordida está tão torta que atrapalha a fala e a alimentação tornando um procedimento de saúde.

SAÚDE BUCAL X SAÚDE GERAL

O sorriso está intimamente relacionado à autoestima e autoconfiança. É natural que as pessoas se preocupem com o caráter estético, mas é fundamental que não desvinculem do funcional e da ciência. Se relacionado à estética, um sorriso tem grande influência na autoestima; quando relacionado à funcionalidade, a higiene bucal tem impacto na saúde do corpo inteiro. Doenças periodontais, por exemplo, que podem ser provocadas por uma má higiene oral causando inflamação dos tecidos da boca como a gengiva, podem estar relacionadas a outros tipos de doenças

“Hoje já sabemos que pessoas com doença periodontal têm duas vezes mais probabilidade de desenvolver doenças cardíacas. Inclusive, nós já temos pesquisas que indicam que a doença periodontal é um indicativo tão provável para doenças cardíacas quanto o nível de colesterol”, afirma Natália Galvão. Ela explica que processos infecciosos na cavidade bucal podem provocar uma inflamação vascular, dificultando o fluxo sanguíneo, o que também aumenta o risco de AVC. Além disso, pessoas com doença periodontal, quando infectadas com o vírus da covid-19, têm mais chances de complicações ou agravantes, como a necessidade de respiração assistida. Foi o que constatou um grupo de pesquisadores do Qatar.

Da Redação

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

16 + três =