Abril foi o mês mais letal do ano, com 203 mortos

O mês de abril foi o mais letal da pandemia da covid-19 desde o início do ano, em Piracicaba. Foram 203 mortes registradas nos últimos 30 dias. O número é quatro vezes mais o total de óbitos verificados em janeiro, e o dobro de vitimas fatais registradas do último mês.

Nos 28 dias de fevereiro, foram 69 óbitos pela doença. Já nos três primeiros dias de maio, o total de mortos pela covid-19, em Piracicaba, foi de oito até ontem, enquanto os casos positivos somaram 444 pessoas infectadas pelo novo coronavirus. Nesta segunda-feira (03), a cidade registrava 856 mortes, 45.540 casos confirmados, 869 suspeitos e outros 80.356 casos descartados. Ontem, 1.369 pessoas estavam em tratamento contra a doença. A taxa de ocupação da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) era de 78%, enquanto os leitos de enfermaria estavam com 65% da capacidade ocupada.

NO ESTADO DE SP

O Estado de São Paulo registrou, ontem (03), 2.926 milhões de casos e 97.172 óbitos por covid-19 desde o início da pandemia. Entre o total de casos, 2.606 milhões tiveram a doença e já estão recuperados, sendo que 301.086 foram internados e receberam alta hospitalar. São 21.181 pacientes internados no Estado de São Paulo, sendo 10.107 em unidades de terapia intensiva e 11.074 em enfermaria.

Ontem, a taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em São Paulo era de 78,2% e na Grande São Paulo, de 76,3%. NO BRASIL Já são 408.622 vidas perdidas para a pandemia da covid-19 Brasil, segundo a última atualização do Ministério da Saúde, divulgada na noite ontem (03). O total de pessoas infectadas desde o início da pandemia subiu para 14.779.529. De anteontem (02) para ontem, as secretarias de Saúde acrescentaram às estatísticas 24.619 diagnósticos positivos.

Beto Silva

[email protected]

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

quinze + oito =