Acusado de tráfico alega que vendia droga porque está desempregado

A Polícia Militar prendeu um homem acusado de envolvimento com o tráfico de drogas, na noite de terça-feira (29), no bairro Monte Líbano. Com o suspeito, os policiais teriam localizado dez trouxinhas de maconha e R$ 54,20. Após buscas na casa do suspeito, na mesma região, os policiais teriam localizado mais seis tijolos de maconha. Ele teria justificado aos policiais que estaria comercializando entorpecentes porque estava desempregado.

Segundo a corporação, às 20h50, uma equipe fazia patrulhamento no cruzamento da avenida Thales Castanho de Andrade com a rua Buritama, quando perceberam que um suspeito correu assim que percebeu a aproximação dos policiais. Ele foi alcançado e teria sido surpreendido com algumas porções de maconha e a quantia em dinheiro.

Questionado sobre seu envolvimento com o tráfico de drogas, ele teria confirmado sua participação e teria se justificado que estaria comercializando entorpecentes, porque estava desempregado.

Ele chegou a fornecer dois endereços falsos aos policiais, mas acabou confessando, que residia no Jardim Paraíso. Os PMs seguiram até a casa, onde inicialmente teriam localizado o pai do suspeito, que teria permitido a entrada dos policiais.

Debaixo da cama do acusado, os policiais teriam localizado os tijolos de maconha e mais 26 porções da mesma droga prontas para a venda.

O suspeito foi encaminhado posteriormente ao plantão policial, onde foi autuado em flagrante sob acusação de tráfico de drogas. Ele ficou na carceragem até ser apresentado à audiência de custódia.

As porções de entorpecentes foram apreendidas pela Polícia Civil e serão enviadas para os peritos do IC (Instituto de Criminalística).

O suspeito não quis informar quem seria o fornecedor dos entorpecentes. A investigação sobre o ocorrido será realizada de agora em diante pela Polícia Civil.

 

(Cristiani Azanha)