Chega a quase 400 o número de profissionais da saúde afastados em Piracicaba

Foto: Amanda Vieira/JP

Em Piracicaba, o aumento do número de profissionais da saúde afastados devido à Covid-19 e gripe foi um dos temas abordados na 2ª reunião do Grupo de Trabalho neste ano, realizada nesta segunda-feira (17). Com o aumento de casos dessas doenças, o prefeito Luciano Almeida retomou na semana passada os encontros com representantes dos hospitais do município que atendem o setor público e o privado.

De acordo com dados compartilhados na reunião de ontem, 397 profissionais de saúde estavam afastados devido à Covid-19 ou gripe no município. Segundo representantes dos hospitais, eram 109 profissionais da Santa Casa, 56 do HFC (Hospital dos Fornecedores de Cana), 15 do Hospital Regional, 92 da Unimed e 125 nas unidades de saúde da rede municipal, sendo 20 médicos das UPA’s (Unidades de Pronto Atendimento).

Os profissionais da saúde atuam diretamente na linha de frente contra a Covid-19 desde o início da pandemia, em março de 2020. Com o surto de gripe e a explosão de novos casos de Covid-19, motivados devido às festividades de fim de ano e à variante Ômicron, que é mais transmissível, os hospitais e unidades de saúde têm apresentado aumento expressivo nos atendimentos de pacientes com sintomas gripais, colocando os profissionais da saúde novamente mais expostos.

“Estamos vendo recordes de novos casos diários de Covid-19 em Piracicaba, com média de mais de 400 novos casos confirmados todos os dias. E isso está afetando diretamente o nosso sistema de saúde, em especial os profissionais que atuam nele. Precisamos então redobrar todos os cuidados que já conhecemos, como usar máscara, manter o distanciamento e evitar aglomerações”, lembra o prefeito Luciano Almeida.

ATENDIMENTOS – Para atender a demanda de casos de síndromes gripais, a Prefeitura ampliou o atendimento a esses pacientes e retomou o projeto RespirAr, de acompanhamento dos casos positivos de Covid-19 visando o atendimento no tempo certo para não agravamento do quadro clínico. Desta forma, no período da tarde, das 13h às 16h, as equipes das 51 USF’s (Unidades de Saúde da Família) atendem exclusivamente pacientes com sintomas gripais. Os Crab’s Vila Rezende e Vila Cristina e a UBS Centro também realizam esse tipo de atendimento de segunda a sexta, das 7h às 19h (Crabs) e das 16h às 20h (UBS Centro).

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

10 − 3 =