Agentes da Fundação Casa entram em estado de greve

TRT determina que 70% do efetivo esteja trabalhando (Alessandro Maschio/JP)

Funcionários da Fundação Casa de Piracicaba aderiram ao estado de greve proposta pelo Sitsesp (Sindicato da Socioeducação de São Paulo), a greve ocorre em todas as unidades da Fundação no estado. O sindicato questiona as novas regras sobre o vale-refeição, seja pelo aumento do convênio médico ou pela falta de reajuste e aplicação do Plano de Cargos e Salários”.

Em nota, A Fundação Casa destacou que, durante todo período da pandemia da covid-19, nunca houve atraso ou suspensão nos pagamentos e nos benefícios (vale-refeição, alimentação e convênio médico), e todos empregos foram mantidos. Essa é uma situação completamente oposta ao do restante da população, que atualmente sofre com uma grave crise econômica causada pela pandemia”, cita trecho da nota.

Informa ainda que devido ao caráter essencial do serviço prestado pela Fundação Casa, o TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 2ª região determina que 70% do efetivo esteja trabalhando. Além disso, o julgamento do dissídio já está instaurado, com a data marcada para a próxima quarta-feira (23). Os pleitos serão analisados pela Justiça do Trabalho.

A Fundação Casa ainda reforça que sempre esteve aberta ao diálogo com o sindicato e que realizou inúmeras reuniões com o propósito de chegar a um acordo.

LEIA MAIS

Cristiani Azanha

[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

2 × quatro =