Águia da Polícia Militar sedia treinamento com o 10º Baep

A Base da Aviação de Piracicaba, o Águia sediou o treinamento com o 10º Baep (Batalhão da Ações Especiais de Polícia). A atividade, que começou anteontem (21), vai terminar hoje (23). Cento e vinte policiais militares participam.

O comandante do 10º Baep, tenente-coronel Fernando Aparecido de Souza destacou que o 10º Baep pode ser utilizado como ferramenta pela Base Aérea tanto em solo, orientando as aeronaves, observando locais de pouso, ajudando na segurança e fornecendo apoio sempre que necessário, quanto embarcados em situações em que se exija tal forma de atuação.

120 policiais do 10º Baep participaram (Claudinho Coradini/JP)

Da mesma forma a Base pode ser utilizada pelo 10º Baep para apoio aéreo nas missões atinentes ao nosso batalhão como em reintegrações de posse, busca de criminosos em mata, acompanhamentos e cercos, gerenciamento de crises estáticas e dinâmicas, rebeliões, escoltas, atentados e outros.
“O 10º Baep sempre busca conhecimento com as unidades de referência em determinado assunto almejando a excelência, não sendo diferente agora com nosso valoroso “Águia”. Separados somos fortes em nossas atribuições particulares, porém unidos somos imbatíveis”, enfatizou Souza. “ instrução utilizou a unidade referência em rádio patrulha aérea da Polícia Militar para angariar mais conhecimento e técnica aos operacionais quanto às atividades aéreas de nossa polícia, também serviu para promover integração das diversas ferramentas da PM Paulista em prol da sociedade”, completou.

Policiais mantém rotina de treinamento (Claudinho Coradini/JP)

TREINAMENTO
Para o comandante comandante da Base Aérea, capitão Fabrício Padovani Rasera, o treinamento poderá ser usado para explorar as virtudes de cada unidade, promovendo um congraçamento dos policiais militares envolvidos, aumentando a sinergia das equipes e consequentemente potencializando a atuação no atendimento das ocorrências policiais”, disse.

Atividade termina nesta quarta-feira (Claudinho Coradini/JP)

Rasera destacou ainda que aproximação do Comando de Aviação com as unidades apoiadas na região do CPI-9 (Comando de Policiamento do Interior) representa a oportunidade de promover uma proximidade maior dos seus integrantes e a de pormenorizar as operações desenvolvidas. “
O subcomandante da Base, capitão Thiago José Tomazela ressaltou que o Águia atua nos acompanhamentos, por exemplo, como plataforma de observação visual privilegiado, minimizando riscos em vias e segurança do pessoal. “Também atuamos em rebeliões, infiltração e exfiltração (retirada) da tropa em pontos estratégicos e sensíveis em operações”, completou Tomazela.

LEIA MAIS

Cristiani Azanha
[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

1 × 4 =