Alex de Madureira acompanha Secretário da Agricultura em Piracicaba

Foto: Aldo Guimarães

Itamar Borges visitou Coplacana a convite do deputado para ouvir as demandas do setor

Na tarde de quinta-feira-7, o deputado Alex de Madureira acompanhou o secretário de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, Itamar Borges, e o secretário-executivo, Francisco Matturro em visita institucional a Cooperativa dos Plantadores de Cana do Estado de São Paulo (Coplacana), em Piracicaba, onde foram recebidos pelo presidente da cooperativa, Arnaldo Bortoletto, pelo presidente da Associação dos Fornecedores de Cana de Piracicaba (Afocapi), José Coral, e demais diretores da cooperativa.

“No mês passado, quando estive em visita institucional a diretoria da Coplacana, me comprometi a trazer o secretário Itamar Borges a Piracicaba para ouvir as demandas do setor”, disse o deputado estadual. “Estou aqui cumprindo a promessa, mas o secretário de Agricultura também atendeu meu pedido ao entender a importância da Coplacana, que é a primeira cooperativa de plantadores de cana fundada no Estado, em 1948”, completou Alex de Madureira que também é Coordenador de Projetos Parlamentares da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).

Após ouvir os representantes dos produtores que expuseram as demandas do setor, o secretário Itamar Borges falou dos esforços em apoio aos produtores e do trabalho conjunto com a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (Sima).

O primeiro passo foi o lançamento, no dia 1ª de outubro, do Manual Técnico Operacional do Programa de Regularização Ambiental Rural (PRA), no âmbito do Programa Agro Legal -, que tem o objetivo de auxiliar na regularização das propriedades rurais de acordo com o Código Florestal. Além disso, foi feita uma resolução conjunta entre SAA e SIMA para regularização do PRA em São Paulo, com a meta que das 360 mil propriedades paulistas, 100 mil tenham o Cadastro Ambiental Rural (CAR) homologado no Estado até o final do ano.

O secretário ainda lembrou que o Governo de SP liberou R$ 100 milhões em crédito emergencial para atendimento aos produtores rurais afetados por eventos como a pandemia, seca e geadas, sendo que os incêndios se enquadram na questão da seca e crise hídrica.

Falou do investimento em 52 milhões para a pesquisa no Agro Paulista, nos Institutos da Secretaria, o maior investimento da história desses institutos, que culmina no lançamento de novas cultivares, inclusive de cana, em benefício aos produtores.

Ainda destacou o programa AgroSP+Seguro que garante mais segurança no campo, em uma ação conjunta com os municípios. Na primeira fase, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento vai entregar 250 caminhonetes a municípios de diversas regiões do estado. Os veículos, modelo 4×4 diesel turbo e cabine dupla, terão identidade visual do programa e serão adaptados com giroflex e tecnologias como GPS e rádio comunicador. Caberá às administrações municipais, com a participação da Guarda Municipal ou da Polícia Militar, a estruturação do esquema de segurança para fazer a ronda rural.

Por fim, o secretário ressaltou o lançamento do Programa Melhor Caminho, no próximo dia 14, em São José do Rio Preto, onde mais de 5 mil quilômetros de estradas rurais serão recuperadas em um ano.

Ainda no encontro, Arnaldo Bortoletto falou sobre a atuação da cooperativa em São Paulo e em outros estados, enquanto José Coral falou da história das entidades que representa e convidou o secretário para uma visita futura ao Hospital dos Fornecedores de Cana, na qual também é diretor presidente, e que conta com 300 leitos.

Também estiveram presentes na reunião o presidente do Sindicato Rural de Piracicaba e Região (Sindirpi), ligado à Faesp, Ciro Freitas, e o gerente-executivo, Tiago Silva; a gerente-geral da cooperativa de crédito Sicoob, Ingrid, e a gerente de relacionamento Diva; entre outros diretores e representantes.

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

1 + seis =