Apartamentos compactos, sofisticados e aconchegantes

Fotos: Divulgação

44 METROS QUADRADOS

A arquiteta e urbanista Fernanda Paludo foi a responsável pelo decorado do Trinitá Studio, que integra espaços de 44 metros quadrados e traz um novo conceito de moradia a Piracicaba, os studios, apartamentos sem paredes internas.

Fernanda conta que o mobiliário em espaços pequenos deve ser versátil, como baús, que podem ser usados para guardar a rouparia ou servir de mesinha. “Os armários planejados com eletrodomésticos embutidos trazem a sensação de organização essencial em espaços menores”, ressalta. Quanto às cores que podem compor os ambientes, a arquiteta afirma que tons claros e neutros são aliados na hora de deixar os espaços mais leves e confortáveis, além de darem sensação de amplitude. Os papéis de parede também podem ser usados, desde que em pequenas quantidades e sem muitas estampas, como explica Fernanda.

A profissional também relata de onde surgiu sua inspiração para a decoração de um studio do Trinitá. “O projeto de decoração e disposição do mobiliário partiu da ideia de ter um projetor ao invés de um televisor para que se pudesse ver a imagem de todos os lados: da cama, da sala e da varanda. Como o projetor fica junto ao teto e o vidro é transparente, o espaço continua amplo, sem barreiras visuais”. A arquiteta ainda comenta o uso das cores no ambiente. “Mesmo usando o preto, uma cor escura e fechada, mesclamos com o branco, cinza e detalhes coloridos. Com isso, deixamos o ambiente sofisticado sem parecer pequeno”, enfatiza.

Outros artifícios usados para dar a sensação de amplitude ao ambiente foram a cama, com os pés afastados da borda, dando a impressão de que ela está flutuando e que o piso continua, e os espelhos, que duplicam o ambiente. A iluminação foi pensada para diferenciar os cômodos conforme sua função.

Já a automação do ambiente foi feita pela Teknodomus. Segundo o diretor da empresa, Carlos Giovannoni Filho, a automação é uma tendência para todos os tamanhos de ambientes. No studio, Giovannoni Filho explica que é possível controlar o ar-condicionado, as luzes e as cortinas elétricas localmente e a distância, possibilitando ao morador acionar a iluminação e a temperatura do local mesmo antes de chegar ao ambiente. “Acredito que, em curto prazo, será comum (a automação) em apartamentos e residências em geral, já que, cada vez mais, as pessoas que têm uma vida agitada buscam conforto e veem seus lares como um espaço fundamental para relaxar”, afirma.

55 METROS QUADRADOS

O projeto do Park Dois Córregos, que compõe apartamento de 55 metros quadrados, é do engenheiro Luiz Antônio Bonella. O profissional explica que os espaços foram projetados para a moradia de quatro pessoas, e como trata-se de um apartamento pequeno, a solução foi integrar o máximo de ambientes, evitando, assim, elaborar vários cômodos minúsculos. “Desse modo, o morador tem um conforto maior”, relata.

65 E 75 METROS QUADRADADO

O escritório de arquitetura Paulo Lisboa Arquitetura foi o responsável pela idealização do Espaço Jardins. Como explica a arquiteta Simone Shinobe, “O Espaço Jardins foi idealizado para valorizar os espaços proporcionando ambientes reversíveis, confortáveis e funcionais. A integração entre eles garante fluidez, amplitude e praticidade, principalmente com a utilização das cores claras e móveis certos, de preferência multiuso”. Simone ainda destaca que o lugar possui características que facilitam a adaptação da personalidade dos moradores, variando de acordo com o interesse de cada um. “Todas essas sensações alcançadas pela criação desses espaços tornam a família mais próxima em um ambiente mais acolhedor”, finaliza

80 METROS QUADRADADO

Este apartamento de 80 metros quadrados é o empreendimento Life Residence. De acordo com o arquiteto Pedro Paulo Manieri, o imóvel pode atender tanto famílias numerosas quanto casais.

Manieri diz que a correta setorização das atividades e dos espaços do local define claramente qual a área social e íntima da residência. “No caso da planta com dois dormitórios, a flexibilidade se dá por meio da ampliação da sala, configurada como home cinema. O resultado final é a sensação de amplitude proporcionada pelos 7,85 metros livres, transformados em três ambientes sociais”, explica. “A cozinha integrada ao living por meio de uma grande bancada amplia a percepção espacial, potencializando este ambiente social único e amplo”, acrescenta.


O imóvel conta ainda com uma varanda gourmet, que como explica o arquiteto propicia ampla iluminação para a sala por conta da porta de correr, que permite ventilação e iluminação naturais. “A ventilação cruzada se completa pela janela da cozinha, permitindo livre fluxo de ar que renova e qualifica os ambientes. As janelas de todos os banheiros também apresentam ventilação direta, qualificando o espaço. O fato de a janela da área de serviço ser independente da janela da cozinha se traduz em melhor ventilação e isolamento em relação à cozinha”, explica. Já em relação à área íntima, Manieri destaca o aproveitamento do espaço. Os armários embutidos dos dormitórios propiciam melhor disposição dos mobiliários nos ambientes.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

9 + 17 =