Apenas 39% das vagas de emprego oferecidas pela Semtre foram preenchidas em 2019

Além do atendimento pessoal, feito na sede da Secretaria, interessado pode consultar vaga na internet (Foto: Amanda Vieira/JP)

Das 3.655 vagas de emprego oferecidas por meio da Semtre (Secretaria Municipal de Trabalho e Renda), em 2019, apenas 1.411 foram preenchidas, ou seja 39% do total. O principal motivo do não preenchimento das vagas é a falta de qualificação e de experiência dos profissionais, de acordo com a Secretaria.

Segundo o CAT (Centro de Atendimento ao Trabalhador), da Semtre, para as vagas mais específicas, como de mecânico de manutenção, mecânico de automóveis, motorista de munck, vendedor porta a porta, açougueiro, pizzaiolo e sushiman, que, além da experiência, exigem qualificação especializada, “são difíceis de encontrar candidatos”.

Já aquelas que não exigem experiência são preenchidas rapidamente. “Na maioria delas, é necessário ter a experiência na função e cursos específicos na área e a falta de qualificação de muitos candidatos acaba prejudicando o preenchimento destas vagas”, informou o CAT por meio da assessoria de imprensa.

De acordo com a Semtre, para sanar essa dificuldade, são oferecidos cursos de qualificação prioritariamente para pessoas desempregadas. Em 2019 foram abertas vagas para os cursos de cabeleireiro, garçom, cuidador de idosos, almoxarife, programador de produção, organizador de eventos, eletricista, operador de logística, inspetor de qualidade, mecânica, além de informática básica e intermediária e das Normas Regulamentadoras (NR) número 10 – segurança em instalações e serviços em eletricidade, e 35 – para trabalho em altura, entre outros. Ao todo, a Secretaria recebeu 2.623 matrículas no ano passado.

Além disso, os candidatos que precisam se realocar no mercado de trabalho também são encaminhados ao Time do Emprego, também da Semtre, para que recebam orientações a respeito da elaboração de currículos, bem como se portar durante a entrevista, vestir roupas adequadas, identificar suas habilidades e competências, dentre outros itens que favoreçam a reinserção no mercado.

De acordo com o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), de janeiro a novembro de 2019, foram criados 1.297 novos postos de trabalho com carteira assinada em Piracicaba.

As vagas de emprego disponíveis em Piracicaba, por meio da Semtre, são publicadas no site da Secretaria. (www.semtre.piracicaba.sp.gov.br).

Andressa Mota