Apesar de nova frente fria, não há previsão de chuvas na Região

Sem chuvas, a vazão do rio Piracicaba nesta quarta-feira ficou em 19,72 m3/s

Para hoje condição é de céu parcialmente nublado com ventos de intensidade moderada

A frente fria que atingiu a Região nesta semana apenas manteve as temperaturas com mínimas de 12º C e máximas de até 29º C e não é garantia de chuvas para os próximos dias, segundo previsões do Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). “A frente fria vai passar, mas com pouca alteração. Ligeiro declínio das temperaturas e sem chuvas”, informou a meteorologista Ana Maria Ávila. Ontem (11), a região amanheceu sob céu claro e temperatura mínima de 13º graus.

A exemplo desta quarta-feira, o dia de hoje (12) segue com predomínio de sol e a temperatura máxima fica em torno de 28ºC. A partir da noite, os ventos ficam mais intensos, com rajadas ocasionais. Para hoje e amanhã (13), a condição é de céu parcialmente nublado a nublado, ventos de intensidade moderada com ocorrência de rajadas esporádicas, e menor amplitude térmica, segundo o órgão. As temperaturas mínimas não devem mudar, permanecendo em torno de 14ºC, as máximas não sobem tanto, e estão previstas em 24º graus hoje e em 25º graus na sexta-feira. Apesar de pouco provável, não se descarta a ocorrência de chuva leve e isolada, especialmente amanhã (13).

Com a aproximação da frente fria, as imagens de satélite mostravam maior nebulosidade no sul e na faixa leste de São Paulo, com algumas áreas de chuva no extremo sul. As temperaturas mínimas estavam entre 12 e 14ºC em toda a extensão da divisa com o sul mineiro, e entre 14 e 16ºC nas demais áreas do estado. Na faixa entre Itaporanga – Itapetiniga – Sorocaba – Jundiaí – Bragança e o litoral as temperaturas permanecem mais amenas, fruto da maior cobertura de nuvens, chuva e entrada de um ar mais frio (principalmente no Vale do Ribeira). Sem chuvas, a vazão do rio Piracicaba nesta quarta-feira ficou em 19,72 metros cúbicos por segundo.

Beto Silva

[email protected]

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

dezessete − três =