APL e IHGP celebram 130 anos do escritor com diversas ações

“Site vai receber produções literárias sobre Thales”, conta presidente da APL | Foto: Amanda Vieira/JP

O improvável momento da pandemia da covid-19 que coincide com os 130 anos de Thales Castanho de Andrade não impedirá que a APL (Academia Piracicabana de Letras) de celebrar a importante data à cultura local. Na terça-feira (15), às 16h, poucos integrantes do grupo se reúnem na sede da academia, dentro do Instituto Beatriz Algodoal, para entrega de diploma a crianças com apreço à literatura.

Serão três: Heitor Barbosa Previtalli, de 14 anos, indicado pela Biblioteca Municipal por ser assíduo frequentador da biblioteca. Clara de Negri Kantovitz, 13 anos, que receberá o diploma por ter se destacado como ilustradora de livros infantis e Thiago Guarnieri Betti, de 10 anos, que de acordo com a APL, já leu mais de mil livros e está escrevendo um.

Neste mesmo dia, a academia, junto ao IHGP (Instituo Histórico e Geográfico de Piracicaba), relançam o acervo digital de Thales de Andrade, http://thalesdeandrade.com.br. Fotos, documentos, publicações e recortes de jornais configuram suas maiores referências para consulta digital gratuita a todos os pesquisadores e entusiastas da literatura nacional. O acervo físico foi organizado inicialmente pelo fundador da Academia Piracicabana de Letras, João Chiarini, com a contribuição de outros admiradores, tais como Elias Salum, Hugo Pedro Carradore e Moacir Nazareno Monteiro.

A novidade sobre o site, conta o presidente da APL, Vitor Pires Vencovsky, é a criação de uma aba para receber artigos e produções literárias sobre Thales de Andrade. “Em breve também teremos na sala da APL o busto de Thales de Andrade, feito em terracota e bronze por Luiz Morrone, e recém-restaurado pelo escultor Marco Antonio Cavallari”.

A recuperação do busto foi árdua, de março a agosto passado, conta o escultor. “Estava bem estragado, batido, com pregos e furo. Foi resgatado no IHGP na eminência de ser descartado”, revela Cavallari. Segundo o artista, foi necessário buscar componentes para ao restauro em São Paulo. O processo também contou com polimento e novo sistema de travamento com parafusos.

Atualmente, o busto se encontra no IHGP. Para a presidente do instituto, Valdiza Caprânico, o trabalho de restauro foi “primoroso”.

Erick Tedesco

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

19 − quatro =