Após cometer dois crimes seguidos, indivíduo é preso pela PM no Centro de Piracicaba

Foto: Alessandro Maschio/JP

Um indivíduo de 44 anos foi preso em flagrante por policiais militares, por volta das 20h05 da última sexta-feira (21), após cometer dois crimes seguidos pela área central de Piracicaba. Ele responderá por furto qualificado e tentativa de roubo.

A Polícia Militar informou que fazia patrulhamento pelo município, momento em que foi acionada à rua Regente Feijó, nas proximidades do Supermercado Assaí, onde um indivíduo havia acabado de furtar o aparelho celular de uma mulher. As informações davam conta de que o sujeito utilizava uma máscara de proteção com estampas amarelas.

Assim que policiais militares se dirigiam até o local, perceberam na esquina da Armando de Salles Oliveira com a rua Prudente de Moraes, no ponto de ônibus, uma grande aglomeração de pessoas, quase com início de tumulto. Durante a averiguação no ponto de ônibus, policiais descobriram que o indivíduo tentava roubar outras duas mulheres — uma delas, inclusive, estava com o rosto bastante machucado, visto que havia levado socos do indivíduo.

O sujeito foi abordado no local e ainda ofereceu resistência à abordagem, tendo sido necessário uso de força física para contê-lo. Após sua prisão, o indivíduo foi conduzido por policiais até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Rezende, enquanto que outra viatura se encarregou de prestar atendimento às duas mulheres.

Com o indivíduo de 44 anos, também foi encontrado o aparelho celular furtado da primeira vítima, ainda nas proximidades do Supermercado Assaí. Posteriormente, no plantão policial do município, as três mulheres reconheceram o indivíduo de 44 anos como autor dos delitos.

No plantão policial, a delegada Olívia dos Santos Fonseca tomou ciência do ocorrido e registrou o caso como furto qualificado e tentativa de roubo. “Diante do exposto, comprovada a materialidade do crime e havendo constatado os indícios suficientes de autoria, considerando que o indiciado coloca em risco a ordem pública e a conveniência da instrução criminal, considerando ainda a gravidade dos fatos e as condições pessoais do indiciado, (…), represento pela decretação da prisão preventiva do indiciado”, finalizou a Polícia Civil.

Rafael Fioravanti | [email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

dez − nove =