Campeão paulista, Verdão vai ao Rio enfrentar o Fluminense (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Após a decisão do Campeonato Paulista, Palmeiras e Corinthians estreiam nesta quarta-feira (12), pelo Campeonato Brasileiro Série A. Vice-campeão, o Timão será o primeiro a entrar em campo, para enfrentar o Atlético-MG, às 19h15, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte. O Verdão também jogará fora de casa, às 21h30, no Maracanã, no Rio de Janeiro, diante do Fluminense. O outro time paulista é o Red Bull, que enfrenta o Botafogo, às 19h15, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Campeão paulista após 12 anos, o Palmeiras teve pouco tempo para comemorar, já que tem um compromisso importante diante do Fluminense em sua estreia na competição (seu jogo na rodada passada foi adiada em razão da final estadual). O Tricolor, vice-campeão carioca, já jogou pelo Brasileirão, em jogo que foi derrotado pelo Grêmio e quer a recuperação em cassa para ter a chance de “carimbar” a faixa de campeão do Palmeiras. Em 2008, ano do agora penúltimo título paulista da equipe, o primeiro jogo após o título também foi fora de casa, quando o Verdão perdeu por 2 a 0 para o Coritiba.

O último encontro entre os dois no Maracanã foi no Brasileirão, que terminou com vitória dos cariocas por 1 a 0, gol de Marcos Paulo. A última vitória alviverde sobre o Tricolor das Laranjeiras como visitante foi no Brasileiro de 2017, quando venceu por 1 a 0, gol de Egídio (atual lateral do próprio Fluminense).

Vice-campeão paulista, o Corinthians de Tiago Nunes, que perdeu a chance de um inédito tetracampeonato paulista, ainda luta para encontrar o time ideal e estreará contra o Atlético-MG, um dos favoritos da competição e treinado por Jorge Sampaoli. O último jogo entre eles em Belo Horizonte foi no ano passado, no qual o Galo venceu por 2 a 1, gols de Cazares e Fábio Santos (ex-Corinthians), com Janderson marcando para o Timão. O último triunfo corintiano sobre o rival na capital mineira foi no Brasileirão de 2017 quando fez 2 a 0, gols de Jô (que retornou ao time) e Rodriguinho.

Mauro Adamoli

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dois × 5 =