Aposentado reclama de ‘garagem’ de ônibus em ruas

Foto: Arquivo/JP

Prefeitura afirma que há permissão para que estacionem

O aposentado João Dimas Chain Aboude questiona a quantidade de ônibus da Tupi – empresa responsável pelo transporte público em Piracicaba – estacionada nas imediações do Teatro Municipal Dr. Losso Netto. Para ele, a prática configura abuso de poder. “Uma empresa privada que presta serviço ao poder público não pode usufruir do espaço público para transformá-lo em garagem para seus ônibus”, apontou. “O contribuinte paga seus impostos, paga para usar o transporte público e fica cerceados de usar o mesmo espaço para estacionar seus veículos”, acrescentou afirmando que já chegou a presenciar 20 veículos estacionados naquela região. Ele também questiona o fato de a concessionária não dispor de uma garagem própria para os ônibus.

A Tupi respondeu que os ônibus ficam estacionados para que os motoristas possam fazer o horário de almoço e depois retornar ao trabalho partindo do TCI (Terminal Central de Integração). Segundo a empresa, o tempo varia de acordo com a hora de almoço dos motoristas. “Têm motoristas que entram às 4h, 5h e 6h e almoçam as 9h, 10h, 11h e assim por diante”, informou. A concessionária informou que é permitido o estacionamento dos veículos no local. A prefeitura confirmou a permissão desde que os ônibus não estejam estacionados em local proibido. A administração municipal negou que haja prejuízos ao trânsito local, pois existe a fiscalização feita pela Semuttran (Secretaria de Mobilidade Urbana, Trânsito e Transporte) para que os veículos sempre fiquem estacionados em locais permitidos, não impedindo assim o fluxo do trânsito.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

vinte − sete =