Árbitra piracicabana de canoagem trabalhou nos Jogos Olímpicos de Tóquio

A piracicabana Marcela Ribeiro e Silva Teixeira, 32, foi a representante de Piracicaba na canoagem durante os Jogos Olímpicos de Tóquio - Crédito foto: Alessandro Maschio

A cidade de Piracicaba acompanhou de perto as atuações de seus representantes nos Jogos Olímpicos de Tóquio/2020, disputados entre o período de 23 de julho a 8 de agosto, no Japão.

O atleta Diogo Soares fez sua estreia nas Olimpíadas e logo de cara, chegou às finais do individual geral na ginástica artística. Ele terminou sua participação nos Jogos de Tóquio entre os 20 melhores do mundo em sua modalidade. Na ginástica rítmica, Nicole Pircio entrou para a história como a primeira piracicabana a integrar a seleção brasileira adulta e a participar dos Jogos Olímpicos com a GR.

A piracicabana Marcela Ribeiro e Silva Teixeira, 32, foi outra representante da Noiva da Colina nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Ela não esteve competindo por medalhas, mas foi a representante do município com a função de apitar e avaliar as performances durante as competições de canoagem em águas japonesas.

Marcela é doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Recursos Nacionais pela UFSCar (Universidade Federal de São Carlos). A estudante mescla a profissão com as atividades e as viagens como árbitra de canoagem; função que exerce com carinho desde o ano de 2012.

Ela iniciou a atividade como árbitra de canoagem após um período como atleta em que conquistou, entre vários títulos, o campeonato brasileiro na segunda divisão da categoria Slalom. Quando encerrou esse período, ela aproveitou o convívio com a Ascapi (Associação de Canoagem de Piracicaba) e, por orientações do treinador Denis Terezani, passou a se dedicar à atividade de árbitra. A partir daí, o lazer se transformou em profissão e assim, até hoje, ela segue com os compromissos e as viagens nacionais e internacionais com a modalidade.

Como experiência de nove anos à frente da arbitragem de alto nível, Marcela acredita que o importante para o sucesso é ter domínio completo das regras em todos os setores de uma competição e conhecer as especificações de vídeo e dos equipamentos.

“Para ter essa bagagem é preciso atuar o maior número de provas possíveis e sempre estar preparada para as mudanças na temperatura e no clima. Para “sobreviver” as alterações bruscas da temperatura é preciso ter um kit individual com protetor solar e repelente, além é claro, manter o sorriso no rosto, afinal, as competições são realizadas em sua maioria em lugares maravilhosos.” – completa Marcela.

A experiência de participar de um evento como os Jogos Olímpicos é uma sensação fantástica na carreira da piracicabana que já atuou em várias outras competições internacionais, como o Campeonato Mundial Sub-23 2015 em Foz do Iguaçú, no Paraná, e a Copa do Mundo 2016 em Praga, na República Tcheca, e em Liubliana, na Eslovênia.

Em seu currículo, traz ainda inúmeras participações em competições nacionais e as experiências no Pan-Americano em 2007 e nas Olimpíadas em 2016, ambas no Rio de Janeiro, além do Campeonato Mundial 2018 em Pau, na França e nas Olimpíadas da Juventude 2019 em Buenos Aires, na Argentina.

Com relação aos planos para o futuro, Marcela acredita que a pandemia ainda deixa o futuro incerto para a modalidade, mas deseja participar do Campeonato Mundial em 2022 e de algumas etapas nacionais, além é claro, dos Jogos Olímpicos em Paris/2024.

“Arbitrar no Brasil é muito difícil, porque quase sempre esse é um trabalho voluntário e de resistência para contribuir com a manutenção da modalidade.” – disse a árbitra que ainda fez uma avaliação da situação do esporte brasileiro:

“É sabido que o Governo Federal dá pouca ou quase nenhuma importância para o desenvolvimento do esporte amador e profissional do país. E claro que isso reflete no trabalho das confederações, como é o caso da CBCa (Confederação Brasileira de Canoagem) que passa por dificuldades financeiras e administrativas.

Edilson Morais

[email protected]

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

sete + quatro =