Grupo assumiu o programa de diversidade e inclusão (Foto: Divulgação)

A ArcelorMittal Brasil assinou a sua adesão à Reis (Rede Empresarial de Inclusão Social). A iniciativa visa criar um ambiente de trabalho mais inclusivo para pessoas com deficiência na produtora de aço.

Com a associação à Rede, a empresa reforça seu compromisso com o respeito e a valorização das pessoas em suas individualidades e a busca por um local de trabalho cada vez mais justo, diverso e inclusivo. “Estamos dando mais um passo importante para a consolidação do nosso Programa de Diversidade & Inclusão. Queremos que as pessoas com deficiência ocupem ainda mais espaço na organização, sejam valorizadas e tenham oportunidades para se desenvolver e crescer”, afirma Benjamin Baptista Filho, presidente da ArcelorMittal Brasil e CEO ArcelorMittal Aços Planos América do Sul.

A parceria com a Reis permitirá uma série de benefícios, dentre eles, a adesão ao Pacto pela Inclusão, documento endossado pela Organização Internacional do Trabalho com cinco compromissos. São eles: comprometer a alta liderança com o respeito e a promoção dos direitos das pessoas com deficiência; desenvolver políticas e procedimentos com vistas às ações afirmativas em todos os âmbitos da organização; promover cultura e ambiente inclusivos e acessíveis a todas as pessoas com deficiência; comunicar e educar para o respeito dos direitos e deveres das pessoas com deficiência e incluir a questão da deficiência na estratégia da empresa, bem como no planejamento de produtos, serviços e atendimento a clientes.

DIVERSIDADE E INCLUSÃO
A adesão faz parte das iniciativas do Programa de Diversidade & Inclusão da empresa, que tem foco em quatro dimensões da diversidade: Pessoa com Deficiência, Equidade de Gênero, Diversidade Racial e LGTI+. Mais de 1,3 mil empregados atuam como voluntários e aliados no Programa de D&I. Desses, cerca de 400 integram o grupo de afinidade de Pessoa com Deficiência e direcionam sugestões de ações, melhorias e projetos pautados nos pilares estratégicos de acesso universal e representação externa com stakeholders.

Para Mariana Santos, líder do Grupo de Afinidade de Pessoa Com Deficiência, a iniciativa representa um marco na história da organização e é motivo de celebração: “O programa de D&I tem despertado muito entusiasmo entre os empregados. Estamos trabalhando o empoderamento das pessoas com deficiência para que elas acreditem em si mesmas. Buscamos melhorar questões de acessibilidade e queremos fazer com que a empresa seja mais inclusiva”.

Entre as ações propostas pelo grupo estão a ampliação da acessibilidade tecnológica e física e capacitação para o desenvolvimento pessoal e profissional dos empregados. Outra medida já implementada é a inclusão de Libras e legendas em vídeos, campanhas e eventos corporativos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

18 + 13 =