Artistas montam grupos em favor da Pinacoteca

Foto: Claudinho Coradini/JP

Apap reúne cerca de 50 membros; SOS mobiliza no Facebook e WhatsApp

Dois grupos estão protestando contra a remoção da Pinacoteca Municipal Miguel Dutra do prédio tombado do Centro para o Engenho Central. O presidente da Apap (Associação Piracicabana dos Artistas Plásticos), Odair Jorge Demarchi, conta que terá uma reunião nesta semana com o secretário de Cultura, Adolpho Queiroz. “Não somos contra o trabalho do Adolpho, mas nosso discurso é que o prédio continue sendo um espaço de cultura”, diz Demarchi – os planos da prefeitura é colocar no espaço a Polícia Federal. O artista plástico Eduardo Borges de Araújo, membro do grupo SOS Pinacoteca, conta que o movimento está ganhando adesão nacional. “Agora é tomar as devidas providências com documentação, diante de leis, para entrar no Ministério Público”, conta Araújo.

APAP
Em assembléia da Apap, ocorrida no dia 02/08/2021, decidimos a necessidade de evidenciar nosso posicionamento frente às questões controversas que têm envolvido a Pinacoteca:

1. A Apap se posiciona a favor da manutenção da Pinacoteca, espaço público construído para esse fim, no prédio onde está atualmente, preservando e respeitando sua arquitetura, história e cultura, pois ela faz parte da memória da cidade. Porém como ele é um prédio antigo, necessita urgentemente de reforma para resolver os problemas de hidráulica, umidade, telhado e acessibilidade, o que o tornará mais seguro e mais adequado a finalidade às quais foi criado.

2. As atividades artísticas já realizadas (exposições de arte, abrigo do acervo, local para cursos e palestras referentes às artes plásticas) deverão permanecer dentro deste espaço.

3. A Apap apoia a iniciativa de que se crie um novo espaço cultural para as Artes Plásticas dentro do Engenho Central. Um espaço no Engenho contribuiria para dar mais visibilidade às exposições, pois ele poderia divulgar informações sobre as demais que ocorrem em toda a cidade, inclusive na Pinacoteca. Entendemos que trata-se de atrair o turismo para outros espaços da cidade, ao invés de concentra-lo apenas no Engenho.

4. Como conhecemos os processos de conservação de obras de arte, sabemos que, atualmente, nenhum dos prédios do Engenho está adaptado para isso. As obras de arte precisam de ambientação específica, como temperatura controlada e longe do mofo, então, para que se crie esse novo espaço, é necessária reforma e adaptação dos prédios já existentes.

SOS PINACOTECA
Os artistas independentes de Piracicaba e do território nacional, preocupados com o remanejamento de prédios públicos da cidade que visam mover a Pinacoteca Miguel Dutra e a Biblioteca para o Engenho Central, solicitam uma reunião aberta de emergência com a Semac (Secretaria Municipal de Ação Cultural) e os órgãos responsáveis para esclarecem o projeto Engenho da Cultura e serem ouvidos quanto às tomadas de decisões a respeito do prédio Miguel Dutra, construído, tombado e dado a arte e a cultura.

É de extrema importância o debate e diálogo aberto com a sociedade civil sobre o uso dos espaços públicos. O desmonte da cultura tem limitado e tornado cada vez mais escasso o acesso à arte. As últimas informações dadas sobre a atual situação do prédio, no Jornal de Piracicaba do dia 22 de agosto, são de que a Polícia Federal perdeu seu imóvel na Vila Rezende e que por isso ficará com o prédio da Pinacoteca. Sendo desconsiderado qualquer opinião vinda da classe dos artistas que utilizam e necessitam do espaço para suas produções, e também o enorme descaso histórico com o patrimônio público, cultural e simbólico, que tem sido palco de diversas narrativas ao longo de seus mais de 50 anos e de todas as identidades que passaram e que almejam ainda passar por este espaço.

Outra questão que deve ser apontada e que não aparece nas considerações do projeto que almeja fazer essa transferência, são as limitações de acesso, a centralização das culturas tornando mais uma vez as produções e espaços piracicabanos em atrações turísticas. O que falta para a Pinacoteca Miguel Dutra é cuidado e reparo.

Cristiane Bonin
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

17 − dez =