Assistente se reinventa e cria e-commerce em plena pandemia

Madia de Oliveira quis ficar fora do mercado para aproveitar a maternidade (Divulgação)

Após cinco anos fora do mercado, a assistente comercial Madia Rejane Pinheiro de Oliveira, se reinventou e criou seu próprio negócio, em plena época de pandemia da covid-19. Ela foi assistida pelo Projeto Heroica e conseguiu apoio para atuar no ramo de vendas pela internet. Madia foi fundadora do site www.preciosidadesdobrasil.com.br, que atua no segmento da venda de semijoias, com destaque para as pedras naturais brasileiras.

A assistente contou que tomou essa iniciativa, pois principalmente nesta época, em que os empregos estão vez mais escassos, nem sempre o mercado recebe com facilidade uma mulher aos 47 anos e fora do mercado há vários anos.

Apesar de todas as dificuldades que enfrentou ao longo desse processo, ela nunca foi tão feliz, pois ela mesma desistiu de seu antigo em emprego para realizar seu grande sonho. Finalmente, ser mãe.

Cansada das tentativas sem sucesso dos tratamentos para engravidar, há seis anos na fila de adoção e à beira da depressão, ela finalmente recebeu nos braços sua filha, que chegou com apenas um ano de vida.

“Minha filha foi minha grande realização, ela me libertou de toda tristeza. Quis sair do meu emprego para finalmente curtir a maternidade”, comentou Madia.

VOLTA AO MERCADO

Após a filha ficar um pouco maior, com cinco anos. Ela chegou a um novo impasse. O que fazer e trabalhar como? E ainda por cima, sem dinheiro para investir.

“Conheci o Projeto Heroica através de uma palestra com a Simone (Seghese de Toledo, presidente do projeto).
“Depois fizeram contato comigo para me oferecer um curso para mulheres que quisessem desenvolver suas habilidades. Foi excepcional! Além do ótimo curso, conhecer as histórias de cada uma dessas mulheres e suas lutas.
Curso feito, e a loja foi lançada. O curso me ajudou muito com ferramentas de gestão e desenvolvimento das minhas habilidades”, disse Madia.

Ela sempre trabalhou na área administrativa comercial, mas nunca foi boa de vendas diretas, mas aproveitou sua habilidade para assessorar os vendedores e atender os clientes no pós-venda. “Por
Por isso pensei no site, é uma forma de vender mais discreta e acredito que é um segmento que ficará mesmo após essa pandemia, que vai mudar para sempre o comportamento das pessoas, também no momento da compra.

HEROICA

O Projeto Heroica nasceu, inicialmente para atender mulheres em situação de vulnerabilidade, principalmente para vítimas de violência doméstica. No entanto, ampliar a atuação para ajudar as mulheres que querem voltar ao mercado.

“Ficamos realizadas com os relatos de histórias de superação, isso nos mostra que estamos na direção certa”, disse Simone.


SUPERAÇÃO

Cristiani Azanha

[email protected]