Associados aprovam o Novo Estatuto do clube: XV de Novembro entra na ‘Era SAF’

A Sociedade Anônima do Futebol vai possibilitar captação de investidores para o time piracicabano nos próximos anos

Em assembleia realizada na noite desta terça-feira, 10, no ginásio Waldemar Blatkauskas, anexo ao estádio Barão da Serra Negra, os associados aprovaram o Novo Estatuto do XV de Piracicaba. Em votação por aclamação, foram 74 favoráveis e 7 contrários – não houve abstenções. Compareceram à reunião 81 sócios com direito a voto. A partir de agora, o Alvinegro passa a receber e analisar propostas de possíveis parceiros interessados em investir no clube piracicabano.

Com a aprovação do Novo Estatuto, fica autorizada a criação da SAF (Sociedade Anônima do Futebol), uma criada pela Lei 14.193/2021 e promulgada em 6 de agosto do ano passado, que permite os clubes de futebol serem transformados em empresas, a fim de receber investimentos nacionais ou estrangeiros. Os sócios ratificaram a decisão dos conselheiros, que haviam aprovado a SAF há um mês.

Além da SAF, haverá ainda outras mudanças, como a eleição para presidência do clube, que agora deverá ser na primeira semana de novembro, a fim de possibilitar um tempo maior para a formação da equipe para o ano seguinte; a criação do cargo de Diretor de Futebol de Formação (Base); a mudança nos critérios para ser sócio vitalício do XV e a regulamentação dos direitos e deveres dos associados (Regimento Interno), entre outros.

A assembleia desta terça-feira foi conduzida pelo presidente do Conselho Deliberativo, Luis Guilherme Schnor, que inicialmente explicou aos conselheiros e associados as propostas para o Novo Estatuto. Em seguida, houve alguns questionamentos por parte dos associados e conselheiros, antes da votação, que foi feita por aclamação. Ao final, a proposta foi avalizada por ampla maioria dos presentes (74 a 7).

A SAF, aprovada no XV, é uma tendência que vem sendo praticada por clubes de todos os tamanhos no Brasil, como Cruzeiro, Vasco, Botafogo, Joinville, Paulista, Noroeste e Portuguesa, entre outros, como forma de sanear as finanças e ainda proporcionar um time competitivo dentro das quatro linhas.

Com a objetivo de virar uma SAF, o Alvinegro fez toda a tramitação jurídica, com uma empresa especializada e, por isso, praticamente todos no clube piracicabano estão convictos de que esse modelo de gestão é perfeito para viabilizar o futebol do XV de Novembro para os próximos anos.

Schnor contou que o modelo de compra baseado na SAF parte dos 10% e pode chegar aos 90%. Porém, seja lá como for, garante o dirigente, o Nhô Quim não sairá da cidade ou será descaracterizado, ou seja, serão mantidas suas tradições, como uniforme, cores, escudo, entre outros. Em entrevista ao JP, Schnor informou que já “houve de 5 a 6 sondagens de fundos e de instituições” interessadas em assumir o clube piracicabano.

OUTROS
Pelo Novo Estatuto aprovado, a proposta é fazer a eleição para a presidência do clube na primeira semana de novembro – e não mais no final do mês – a fim de possibilitar um prazo maior para a nova gestão montar o time para o Campeonato Paulista do ano seguinte. Dessa forma, a eleição do Conselho Deliberativo também será antecipada para o terceiro sábado de outubro.

Sobre os sócios vitalícios, a proposta agora é que só tenham direito a essa honraria os presidentes com dois mandatos cumpridos na íntegra ou os conselheiros com 144 meses de mandato, consecutivos ou não. Também foi aprovada a criação o cargo de Diretor de Formação, para as categorias de base. O presidente do Conselho deixou claro, porém, que a criação do cargo não cria a obrigatoriedade de tê-lo de forma imediata.

Erivan Monteiro
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

5 × 1 =