Audiências públicas da Câmara terão intérprete de Libras

Para que a medida ocorra, a Câmara abriu a licitação 22/2019, para a contratação de 600 horas de serviço, a ser prestado a partir de 1º de agosto de 2019. (foto: Fabrice Desmonts)

Com foco na acessibilidade, a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores ampliará neste semestre as ações que terão a presença de um intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais). Desde o ano passado, o serviço é oferecido nas transmissões ao vivo pela TV Câmara das reuniões ordinárias e extraordinárias, às segundas e quintas-feiras. Agora, a intenção é levar a ação para as audiências públicas obrigatórias por lei e nos projetos especiais de grande relevância para o parlamento local.

Para que a medida ocorra, a Câmara abriu a licitação 22/2019, para a contratação de 600 horas de serviço, a ser prestado a partir de 1º de agosto de 2019, de acordo com as necessidades dos departamentos da TV Legislativa e de Comunicação, mediante autorização da presidência da Câmara.

A Mesa Diretora entende que é preciso trabalhar para a ampliação da acessibilidade das ações legislativas, como forma de inclusão do público que depende da Língua Brasileira de Sinais. Optamos pela ampliação já neste semestre porque teremos alto volume de audiências sobre o PDDP (Plano Diretor de Desenvolvimento de Piracicaba), que terá ampla discussão com a sociedade”, explica o presidente da Câmara, vereador Gilmar Rotta (MDB).

Uma das ações que será completada com a ampliação é o recém-criado projeto Câmara Inclusiva, em prol das adequações institucionais e das estruturas físicas dos seus dois prédios e como forma de facilitar o acesso das pessoas com necessidades especiais aos diversos ambientes. “Ao ampliarmos a atuação do profissional da Libras, permitiremos que ele atue em situações com a presença do público que precisa do profissional”, completa o vereador.

Da Redação