Benefícios do repolho para a saúde

Foto: Pexels

Conheça os principais benefícios do repolho, formas de consumo e algumas receitas para você testar em casa

Assim como a cebola, tem pessoas que amam o repolho e outras não tão fãs assim. E sabia que há uma explicação científica para isso?

Essa preferência tem origem genética, estando relacionado ao gene TAS2R38, onde a produção de uma determinada proteína leva a uma reação que resulta em uma rejeição a ele.

Gostando ou não, seus benefícios são inquestionáveis. Conheça!

Benefícios para a saúde

1. Trata as úlceras pépticas

O suco de repolho ajuda bastante na cura da úlcera, dada a presença da metionina, um aminoácido presente nele. Ele também é elogiado por seus glucosinolatos, isotiocianatos, polifenóis antioxidantes e glutamina, porque cada um destes favorece a digestão. 

2. Ajuda a prevenir o câncer do cólon

Seu consumo reduz a propensão de ter câncer do colón, graças à presença de compostos químicos tais como os indóis, a genisteína e os bioflavonóides. Eles mantêm a saúde das células, apressando o processo metabólico do hormônio estrogênio, prevenindo também casos de câncer do útero, do ovário e de mama.

3. Anti-inflamatório

É rico em antocianina, que aumenta a função cerebral, a saúde do coração e ajuda a prevenir o câncer. A antocianina é duas vezes mais potente do que a vitamina C, que protege as células do estresse oxidativo. O pigmento natural altera a função das células de gordura, o que é benéfico no tratamento da síndrome metabólica, especialmente em pacientes com problemas cardíacos e diabéticos.

4. Rico em vitaminas B e K1

K1 é solúvel em gordura e desempenha um papel importante na coagulação do sangue e metabolismo ósseo. Estudos têm mostrado que ele limita os danos neurológicos e, portanto, previne a doença de Alzheimer. Uma única porção de repolho oferece 85% da ingestão diária recomendada de vitamina K1. Ele também é rico em folato, vitamina B1, vitamina B5 e vitamina B6. Esses retardam o encolhimento das áreas do cérebro que são afetadas pela doença.

5. Ajuda a emagrecer

É rico em fibras, que ajudam a regular o trânsito intestinal, reduzindo a absorção de gordura e promovendo uma maior saciedade. Além disso, tem pouco carboidrato e é rico em nutrientes, que irão garantir uma boa base para que seu corpo não peça mais alimentos, por falta de vitaminas.

Propriedades nutricionais

A cada 100 gramas de repolho, você tem apenas 25 calorias e absolutamente nada de gordura!
Para melhorar, você encontra em uma porção, 170 mg de potássio, 2,5 gramas de fibra e 1,3 gramas de proteína.

Entre as vitaminas, estão a vitamina A, C e E. Possui também cálcio, ferro e magnésio, sendo um alimento excelente para o corpo e para a mente.

Como consumir

1. Chucrute

A junção do repolho cortado em tiras fininhas com sal faz com que ele libere o seu suco. Este produto é guardado num frasco de vidro e chamado de chucrute.

Enxágue para retirar o sal e adicione-o nas suas refeições, dando mais sabor, textura e saúde no seu dia a dia.

2. Saladas

As saladas ainda são a melhor forma de consumi-lo, aproveitando ao máximo seus nutrientes.

Corte em tiras bem fininhas, para suavizar o sabor e ficar com a textura adequada e abuse da imaginação para criar misturas deliciosas.

3. Sopas

Seja cortado em tirinhas na sopa ou batido junto com os outros alimentos, é um ótimo acréscimo para sopas, dado seu valor nutricional e baixo valor calórico.

4. Ensopados

Que tal colocar alguns pedaços maiores dele no ensopado, junto com a cenoura e a batata?
Ele puxa bem o sabor das carnes, ficando muito saboroso e com a textura macia e suculenta.

5. Recheado

Quem nunca provou um rolinho recheado deve testar o quanto antes. Feito com as folhas pré-cozidas, é só fazer trouxinhas com seus recheios favoritos e cozinhar mais um pouco, até ficar no ponto.

Receitas

1. Chucrute

Ingredientes

Repolho: 8 xícaras do verde cortado em tiras;
Maçã: 1 unidade grande, descascada, sem caroço e cortada em fatias;
Sal marinho: 3 colheres (sopa);
Erva doce: 1 colher (sopa).

Modo de preparo

  1. Junte os ingredientes em um recipiente grande;
  2. Escorra qualquer excesso de líquido, pressionando um pouco;
  3. Deixe-o à temperatura ambiente e não se esqueça de espremer o excesso de líquido por 4-5 vezes até liberar a quantidade de líquido que você precisa para cobri-lo. Isso demora cerca de 4 horas;
  4. Transfira para um frasco de vidro;
  5. Cubra o recipiente com uma toalha limpa, e coloque-o num lugar fresco e seco. O processo de fermentação leva até 6 semanas.

2. Trouxinhas de carne

Ingredientes

Repolho: 4 folhas;
Carne moída já pronta e temperada: 2 xícaras (chá);
Molho de tomate: 4 xícaras (chá).

Modo de preparo

  1. Afervente as folhas, para deixa-las mais maleáveis;
  2. Recheie com a carne moída já temperada e o que mais desejar;
  3. Feche com palitos de dente;
  4. Coloque para terminar de cozinhar no molho de tomate e sirva quente, polvilhado com queijo ralado.

3. Salada com couve

Ingredientes

Repolho: 2 xícaras (chá) em tirinhas bem finas;
Couve: 1 xícara (chá) em tirinhas;
Tomate: 1 xícara (chá) em cubos;
Azeite, limão e sal a gosto.

Modo de preparo

  1. Coloque as verduras em uma saladeira e reserve;
  2. Faça um molho com os ingredientes e reserve;
  3. Na hora de servir, misture bem o molho e a salada;
  4. Se quiser, pode polvilhar gergelim e consumir imediatamente.

4. Salada de maionese

Ingredientes

Repolho roxo cru: 1 xícara (chá) em tiras bem finas;
Batata: 2 unidades, em cubinhos cozidos, al dente;
Cenoura: 1 unidade, em cubinhos, bem cozida;
Milho verde: 1 lata, sem o caldo;
Maionese: 4 colheres (sopa);
Azeitona, azeite e sal a gosto.

Modo de preparo

  1. Coloque todos os ingredientes – já frios – em uma saladeira, exceto a maionese e a batata;
  2. Misture bem para incorporar e adicione os outros ingredientes;
  3. Mantenha em geladeira.

5. No vapor

Ingredientes

Repolho roxo: 1 unidade;
Alho: 2 dentes, amassados;
Sal e ervas: a gosto – pode ser tomilho, manjericão ou o que seus sentidos indicarem.

Modo de preparo

  1. Em uma panela a vapor, coloque a água em quantidade suficiente para cozinhá-lo;
  2. Adicione as ervas e ligue o fogo;
  3. Corte-o em cruz e polvilhe o sal;
  4. Coloque na panela e tampe bem;
  5. Quando estiver macio, pode servir.

Da Redação

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

18 + dois =