BG Clínica Médica vai cobrir plantões por R$1,3 mi

Foto: Alessandro Maschio/JP

Contrato, feito com dispensa de licitação, é de 90 dias e prefeitura informa que é para normalizar atendimento

A Secretaria de Saúde de Piracicaba anunciou ontem (14) a contratação da BG Serviços de Clínica Médica para a cobertura de plantões nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento). A contratação da nova empresa foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira. Segundo a pasta, a partir de segunda-feira, os plantões voltarão a normalidade. “Desta forma, para não gerar mais transtornos nos atendimentos – devido ao abandono de contrato da antiga empresa -, a UPA da Vila Rezende ficará fechada para o atendimento ao público neste fim de semana, mantendo apenas equipe de suporte”, informou a secretaria.

De acordo com o Diário Oficial, o contrato será de três meses, no valor de R$1.366 milhão. “Conseguimos agir rápido para não deixar faltar médico no atendimento das UPAs. Esta dificuldade em fornecer os plantões acontece desde o final do ano”, afirmou o secretário Filemon Silvano.

UPA PIRACICAMIRIM

Uma carta assinada como sendo de autoria de “funcionários da UPA do Piracicamirim”, questiona a Prefeitura de Piracicaba sobre a terceirização do serviço oferecido no local. O documento circulou nas redes sociais nesta sexta-feira. Nele os servidores criticam a iniciativa da Secretaria de Saúde de mudar a gestão da Unidade em plena pandemia de covid-19 e questionam os impactos dessa mudança no atendimento à população.

De acordo com o texto, na última quinta-feira (12) o secretário de Saúde, Filemon Silvano, se reuniu com os funcionários da UPA e, em nome do Prefeito Luciano Almeida, anunciou que a unidade passará a ser gestada por uma OSS (organização social de saúde).

Segundo as informações do secretário, com a nova administração, os servidores concursados serão remanejados para outras unidades e setores da saúde, enquanto os contratados serão dispensados. Na reunião, não foi informado quando a OS assumirá a UPA.

Na narrativa, os servidores criticam a “falta de sensibilidade” do secretário ao decidir fazer o comunicado no dia dedicado à enfermagem. A Secretaria de Saúde informou ontem que ainda não há previsão para que uma OSS assuma a gestão da Unidade de Pronto Atendimento do Piracicamirim. Segundo a pasta, a OSS ainda está em fase de qualificação.

A secretaria informou que o contrato para contratação da organização será de três meses, prorrogável por igual período. A secretaria informou que a UPA conta com 184 profissionais, além de outros que realizam serviços extraordinários, para cobertura de escala.

Beto Silva

[email protected]

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

6 + 3 =