Boato de atentado em escola gera pânico e alunos são dispensados

Caso ocorreu na escola estadual Catharina Casale Padovani (Foto: Claudinho Coradini/JP) Caso ocorreu na escola estadual Catharina Casale Padovani (Foto: Claudinho Coradini/JP)

O boato de um atentado em uma escola estadual gerou pânico e suspendeu as aulas ontem em Piracicaba. Um B.O (Boletim de Ocorrência) foi registrado pelo diretor da unidade nesta sexta-feira. Em seu depoimento, o dirigente contou que um dia antes, um canivete foi apreendido com um estudante de 12 anos dentro da escola. O caso ocorreu na escola estadual Catharina Casale Padovani, no distrito de Santa Teresinha.

De acordo com os fatos informados à Polícia Civil, na quinta-feira (28) o diretor recebeu denúncia de que dois alunos de 12 e 15 anos estariam armados dentro do estabelecimento. Com as informações, o diretor questionou os estudantes e encontrou um canivete em poder do mais novo. Ontem, conforme informações do B.O, depois de um áudio circular nas redes sociais informando que alunos estariam armados dentro da escola, o educador decidiu entregar a arma à polícia.

Ele contou que não apresentou os adolescentes e a arma no dia da apreensão porque não houve tempo hábil. “Houve informações nas redes sociais na data de hoje (ontem) dando conta que um aluno estaria em poder de uma arma de fogo e que estava ocorrendo ou ocorreria um ataque em uma escola no bairro Santa Teresinha. Eram informações inverídicas, pois um aluno foi surpreendido um dia antes em poder de um canivete, o qual foi apresentado na Delegacia e apreendido”, explicou o delegado Fábio Rizzo Toledo, titular do 5º Distrito Policial, onde a ocorrência foi registrada.

PREOCUPAÇÃO

A notícia do falso atentado na escola Catharina causou apreensão nos pais de alunos que foram a escola após serem comunicados da suspensão das aulas. Mesmo sendo informados de que tudo não passou um de uma notícia falsa, era visível o nevosismo das mães e dos pais que buscaram os estudantes ontem. Em nota, a Diretoria Regional de Ensino de Piracicaba informou que estudantes relataram que havia um homem armado do lado de fora da unidade. A Secretaria da Educação do Estado possui parceria com a Ronda Escolar da Polícia Militar para policiamento no entorno e acionou a PM para averiguar a denúncia.

Beto Silva