Bombeiros localizam corpo no rio em Ártemis

Foto: Amanda Vieira/JP

Atualizada em 23 de dezembro, às 10h50

O Corpo de Bombeiros de Piracicaba retirou do Rio Piracicaba o corpo de um homem, na altura do Rancho Boná, no distrito de Ártemis, na tarde desta terça-feira (22).


De acordo com Mayara de Cassia do Carmo de Lima, esposa do pintor Washington Kalel Ocanha, 29 anos, desaparecido desde a noite do dia 13 dezembro, o corpo encontrado pode ser dele. A família esteve no local ontem e acompanhou o trabalho da perícia.
Mayara conta que uma pescadora encontrou o corpo e os bombeiros foram acionados. As buscas no rio por Ocanha por parte da corporação foram cessadas na segunda-feira (21).

De acordo com o 1º tenente Beraldo, dos Pelotões de Bombeiros de Piracicaba, pelo protocolo da corporação, as buscas são efetuadas até o oitavo dia do desaparecimento caso não tenha mais nenhuma nova informação, o que ocorreu para a decisão ser tomada.

LEIA MAIS:


A perícia esteve no local ontem à tarde logo depois que os bombeiros retiraram o corpo. A reportagem questionou a SSP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo) sobre a confirmação da identidade da vítima, mas até o fechamento desta edição não houve resposta.

De acordo com B.O. (Boletim de Ocorrência) registrado em 14 de dezembro, Ocanha desapareceu por volta das 20h do dia 13 após cair no rio Piracicaba, na divisa com o rio Corumbataí. Ele e um amigo tinham ido pescar e Ocanha caiu de um barranco. O amigo tentou resgatá-lo, mas não conseguiu, segundo o B.O.


Segundo a SSP, a Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais) de Piracicaba é responsável pela investigação do desaparecimento.

Andressa Mota

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

7 + vinte =