Bombeiros resgatam homem que caiu em buraco de mais de seis metros em obra; estava no local há mais de 24 horas

Bombeiros retiraram um homem que caiu em um buraco, em uma construção, no Campestre, próximo a Rodovia Cornélio Pires, no trecho que liga Piracicaba a Saltinho. De acordo com os bombeiros, a profundidade era de seis a oito metros e a vítima estava no local há mais de 24 horas. O delicado resgate durou aproximadamente uma hora e meia. A vítima, que reclamava de dores e dificuldade para respirar. Foi levada para Santa Casa, onde permanece internada.

Homem estava no local há mais de 24 horas (Claudinho Coradini/JP)

O tenente André Giuliano Risso Bovolon explicou que a corporação foi avisada, por volta das 9h. “Uma solicitante, que pode ter sido algum funcionário da obra avisou que um homem caiu no buraco. Algumas pessoas disseram que ele estava há dois dias, outras há um dia. Estimamos que estava no local há pelo menos 24 horas”, explicou o bombeiro.

Homem reclamava de dores no corpo (Claudinho Coradini/JP)

Segundo ele, a principal dificuldade era o diâmetro do buraco que era muito justo ao corpo da pessoa. “Qualquer areia ou pedra que caísse, poderia provocar o soterramento. Ele não pertencia ao efetivo da obra. Mas mesmo assim o proprietário nos cedeu equipamentos que foram usados para agilizar o procedimento de resgate”, afirmou o tenente. “A vítima reclamava de dores e falta de ir. Ofertamos o oxigênio, através de um sistema que fez a troca gradual do ar da tubulação para não dar choque à vítima. O processo foi um sucesso devido a atuação dos bombeiros com a apoio do responsáveis pela obra”, completou.

Homem recebeu oxigênio durante o resgate (Claudinho Coradini/JP)

Os peritos do IC (Instituto de Criminalística) foram acionados para realizarem o levantamento sobre as circunstâncias do ocorrido e a Polícia Militar foi também foi acionada. O responsável pela obra afirmou que o local era fechado e aberto somente para entrada das máquinas, no entanto, prometeu reforçar a segurança para evitar a entrada de outras pessoas.

Vários bombeiros atuaram no resgate (Claudinho Coradini/JP)

LEIA MAIS

Cristiani Azanha

[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

um × dois =