Bruno Soares e Jamie Murray perdem para atuais campeões e caem na semi de duplas

Foto: Reprodução Instagram

 Em um duelo envolvendo duas duplas campeãs do Aberto da Austrália, o brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray, vencedores em 2016, foram derrotados nesta sexta-feira pelos atuais detentores do título, o americano Rajeev Ram e o também britânico Joe Salisbury, pelas semifinais do primeiro Grand Slam da temporada. Com a vitória pelo placar de 2 sets a 0 – com parciais de 6/4 e 7/6 (7/2), buscarão o bi neste sábado.

“Foi um jogo no detalhe. Estava bem quente, com a quadra bem rápida e difícil de devolver saque. Faltou um pouquinho de sorte no final do primeiro set. Em alguns pontos as bolas pegaram errado na raquete, pegaram na linha e acabou virando o momento para eles. Nós começamos muito bem na partida, abrimos uma quebra logo de cara e estávamos muito firmes. Na quebra que tomamos de volta foi mais sorte do que competência deles, e aí o jogo mudou. Eles cresceram, começaram a sacar muito bem e não conseguimos mais ter muita chance”, resumiu o brasileiro.

Na edição de 2020, Ram e Salisbury bateram com tranquilidade na final os australianos Max Purcell e Luke Saville por 6/4 e 6/2. Soares e Murray venceram em 2016, quando superaram na decisão o canadense Daniel Nestor e o checo Radek Stepanek com um triunfo de virada por 2/6, 6/4 e 7/5.

Os adversários de Ram e Salisbury na decisão serão o croata Ivan Dodig e o eslovaco Filip Polasek, que na quinta-feira haviam superado os cabeças de chave número 2, os croatas Mate Pavic e Nikola Mektic, de virada por 2 sets a 1 – parciais de 4/6, 6/4 e 6/3. Dodig, ex-parceiro do brasileiro Marcelo Melo, tenta o seu segundo Grand Slam e Polasek faz sua primeira final desse nível

Soares buscava a sua terceira final consecutiva de Grand Slam, já que havia conquistado o US Open e sido vice de Roland Garros no ano passado com Pavic. Ele e Murray retomaram a parceria em janeiro deste ano e conquistaram o título de um dos ATP 250 de preparação em Melbourne há duas semanas.

A gira australiana foi positiva para a dupla, que voltou a jogar junta após um ano e meio. No final de 2019 e durante toda a temporada de 2020, Soares esteve ao lado do croata Mate Pavic. Além da semifinal no Grand Slam, Soares e Murray foram campeões no ATP 250 de Melbourne, encerrando a campanha com oito vitórias e uma derrota.

“Nós fizemos um grande torneio. Estou super contente com esse começo de temporada, já com título, semifinal de Grand Slam, ritmo e confiança. Agora vamos descansar por três semanas e voltaremos em ação em Acapulco e Miami”, finalizou o brasileiro, que retornará às quadras no México, em torneio com início no dia 15 de março.

Fonte: Agência Estado

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

nove + 8 =