Cadela fica 1 semana na calçada esperando a volta dos donos

A cadela Princesa poderia ser protagonista de filme. Sua família mudou-se para um apartamento e ela ganhou a rua. Durante uma semana, ela permaneceu na calçada em frente de sua casa, enfrentou sol, chuva e até a temperatura mais fria do ano. Ai, de quem se aproximasse, pois ela defendia a casa e impedia que estranhos se aproximassem. Alguns voluntários tentaram colocar água, comida e casinha, mas simplesmente tudo desaparecia, durante pelo menos dois dias, ela ficou sem água e alimentos. Com o passar os dias, ela já não se alimentava tamanha a tristeza.

A situação da cachorra sensibilizou a protetora da ONG Patas Curadas, Fernanda Santos, que recebeu um pedido de ajuda pelo WhasApp e com ajuda de uma voluntária conseguiram resgatá-la. “Ela não entendeu que foi deixada para trás, durante todo o tempo em que permaneceu na frente da casa manteve-se fiel. Ela chegava a ficar curvada, nos dias mais frios, mas apesar de algumas tentativas, a cachorrinha não queria sair da casa. A coitada ainda tinha esperança de que alguém voltaria para buscá-la, mas isso não aconteceu”, relatou a protetora.

Nem a noite mais fria do ano impediu que saísse da casa; mas sua vida mudou a partir do resgate (Claudinho Coradini/JP)

Como acontece com a maioria dos ativistas da causa animal, outra batalha seria outro local para abrigar Princesa. Com ajuda de uma parceira tentou colocá-la em um hotel para animais, que faz um preço mais acessível, mas não tinha vaga. Finalmente, em uma segunda-feira abriu um espaço e rapidamente a protetora conseguiu levá-la para atendimento veterinário, tomou vermífugo, remédio para  pulgas e carrapatos. Precisou ficar um tempo isolada, antes que pudesse conviver com outros animais.

A protetora fica emocionada toda vez que fala da Princesa, pois mesmo diante do abandono e tudo o que passou, ela é mais um exemplo que os animais são totalmente amor e ficam extremamente agradecidos com quem os acolhem. “Quando olho para a doçura da Princesa tenho a certeza que valeu a pena todo esforço. Ela merece ter uma casa e uma família para amar. Até teve uma pessoa que se interessou, mas infelizmente não tinha quintal. Princesa é de porte médio a grande, ela precisa de um espaço para se movimentar e brincar. Ela é um amor, adora se divertir com um brinquedinho”, relatou Fernanda.

Princesa foi resgatada pela ONG Patas Curadas e espera um novo lar (Claudinho Coradini/JP)

Segundo ela, o novo adotante precisa ter a consciência que a adoção deverá ser por toda a vida do animal, que dura pelo menos dez anos. “Os animais precisam muito mais do que água e comida. Precisam também de amor e cuidados veterinários, quando necessário”, completou.

Para Fernanda, nesta fase de adoção, a sensação que ela tem é de dever cumprido, pois considera que todo esforço valeu a pena, pois deseja de coração, que a partir de breve, Princesa possa ter sua nova família e para sempre fique longe das ruas.

LEIA MAIS

Cristiani Azanha

[email protected]

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

oito − 2 =