Caixa anuncia 10 mil contratações, entre concursados, estagiários e aprendizes

Concurso acontece em setembro, segundo o presidente da CEF

Novo concurso Caixa Econômica Federal terá mil vagas, exclusivas para pessoas com deficiência (PcD’s). Cargo de entrada é o técnico bancário, que exige nível médio

O presidente da Caixa Ecônomica Federal (CEF), Pedro Guimarães, anunciou que o banco vai realizar 10 mil contratações, sendo 4 mil novos concursados. As informações são da Central de Concursos.

“Vamos contratar mais 10 mil pessoas. Destas, 4 mil serão novos empregados, 3 mil dependem de autorização da Sest e mil serão PCDs (pessoas com deficiência) em um novo concurso, em setembro deste ano”, anunciou o presidente da Caixa, em vídeo.

A Assessoria de Imprensa do banco divulgou nota esclarecendo que 3 mil contratações serão oriundas do concurso Caixa vigente (2014), a depender ainda da autorização da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest), para ampliação do quadro de pessoal. As outras mil serão para PcD’s, em concurso específico para esse público, com previsão de lançamento de edital até setembro deste ano.

Segundo a Caixa, as outras 6 mil vagas serão para estagiários e aprendizes (5.200) e vigilantes e recepcionistas (800). As admissões serão destinadas às 250 novas agências que a Caixa Econômica Federal está abrindo.

No vídeo, o presidente da CEF não dá detalhes sobre o novo concurso Caixa para PcD’s, mas é praticamente certo que as vagas sejam para técnico bancário, que é o cargo de entrada no banco. Para concorrer, basta ter o nível médio. A remuneração atual ainda não foi informada, mas gira em torno de R$4 mil, assim como é o escriturário do Banco do Brasil, que é carreira similar. As contratações ocorrem pelo regime celetista.

A contratação de aprendizes para atuação na Caixa ocorre por meio de parceria com entidades sem fins lucrativos, selecionadas por meio de chamada pública e conveniadas para essa finalidade, conforme a Lei de Aprendizagem.

A Caixa explica que as vagas de estágio serão providas por candidatos que já foram aprovados em processo de seleção realizado pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), mas outros processos seletivos poderão acontecer, caso seja identificada a necessidade de abertura de mais vagas.

Para provimento do serviço de vigilância e recepção em suas unidades, a Caixa realiza a contratação de empresas especializadas em tais serviços, sempre em observância à legislação vigente.

CARGO TÉCNICO DE BANCÁRIO

O cargo de técnico bancário é um dos mais procurados do funcionalismo. Embora o último concurso Caixa Econômica tenha sido apenas para formar cadastro reserva de pessoal, a seleção, que teve o Cebraspe (antigo Cespe/UnB) como organizadora, contou com nada menos do que 1.156.744 inscritos em todo o país.

A grande procura se deve aos benefícios oferecidos pela Caixa Econômica Federal, como possibilidade de evolução salarial ao longo da trajetória profissional; possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional; participação nos lucros e resultados; possibilidade de participação em plano de saúde de previdência complementar; auxílio refeição-alimentação; auxílio cesta-alimentação; possibilidade de participação em programa de elevação da escolaridade e desenvolvimento e programas de preservação da saúde; qualidade de finda e prevenção de acidentes.

Cabe ao técnico bancário da Caixa Econômica prestar atendimento e fornecer informações solicitadas por clientes e público; efetuar atividades administrativas necessárias ao bom andamento do trabalho da unidade; operar computador, terminais e outros equipamentos; instruir e relatar processos administrativos e operacionais; efetuar cálculos diversos referentes às operações, programas e serviços da Caixa; elaborar e redigir correspondências; preparar o movimento diário; manter atualizadas as operações, programas e serviços implantados eletronicamente; dar andamento em processos e documentos tramitados na unidade; realizar trabalho relativo à edição de textos e planilhas eletrônicas, arquivos, pesquisa cadastral, controle de protocolo e demais atividades operacionais; e elaborar e preparar mapas, gráficos, relatórios e outros documentos.

ÚLTIMO CONCURSO DA CAIXA

No edital da Caixa Econômica de 2014, constou que a prova objetiva teve 120 itens, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos básicos foram 14 de língua portuguesa, com peso dois, e 36 sobre matemática, raciocínio lógico, atualidades, ética e legislação específica, com peso um. Conhecimentos específicos contou com peso dois. Os candidatos também foram submetidos a uma prova discursiva de conhecimentos específicos, com peso um.

Da Redação com Central de Concursos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

4 × 2 =