Calma e bom senso antes de procurar atendimento

Serviço 24h está instalado em área externa do Hospital. (Foto: Studio 47)

Enquanto a vacinação contra o novo coronavírus está apenas começando, para superar estes dias de incerteza, além das medidas preconizadas pelas entidades médicas – como distanciamento e isolamento social, uso de álcool em gel e higienização constante das mãos –, manter o discernimento e a calma é essencial. De acordo com o médico coordenador da governança clínica e núcleo de segurança do paciente do Hospital Unimed, João Paulo Mainardi, as pessoas, ao terem sinais leves de gripe e temerem estar com a Covid-19, causam movimento intenso no Pronto Atendimento Sintomas de Gripe/Covid-19 do Hospital Unimed sem necessidade. “É preciso bom senso e calma nesta hora, evitando exposição em locais de risco”, aconselha.

Quem está com sintomas sugestivos de covid-19 deve se dirigir ao Pronto Atendimento 24 horas, localizado em área externa no Hospital Unimed. “Porém, quem teve contato com alguém contaminado pelo novo coronavírus somente deve procurar atendimento caso apresente algum sintoma. O fato de ter tido essa proximidade não significa que houve a contaminação”, tranquiliza o médico.

TRIAGEM

Conforme Mainardi, ao chegar no Pronto Atendimento, o paciente é atendido pela enfermagem, que classifica seu estado de acordo com a gravidade. É encaminhado ao médico, o qual avalia os sintomas por meio de uma pontuação e, caso o score seja pertinente à Covid-19, será realizado o teste RT-PCR. “Independentemente disso, todos recebem orientação e prescrição de medicação para casa, e às vezes, dependendo do quadro clínico, são afastados do ambiente escolar e do trabalho”, explica.

TESTAGEM

O período indicado para ser feito o teste RT-PCR é entre 3 e 7 dias com os sintomas, podendo estender-se no máximo a dez. “Caso seja feito por exemplo no primeiro dia, ainda que o paciente esteja infectado, o resultado pode ser negativo. Após dez dias, com o teste sorológico, pode-se obter a memória imunológica, ou seja, saber se a pessoa teve a doença”, diferencia o médico, que também afirma que o Hospital Unimed Piracicaba é a instituição que mais aplicou testes de Covid-19 na nossa região.

Apenas os indivíduos que têm sinais mais intensos fazem os exames de protocolo para a Covid-19, que mostram o grau de inflamação do organismo pelo vírus e do comprometimento dos pulmões, além de tomografia. “A partir disso é que será determinada a necessidade de internação da pessoa ou não”, finaliza Mainardi.

Da Redação

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dez + 14 =