Calor traz pancadas de chuva neste fim de semana

Mesmo com a rápida chuva prevista, as temperaturas, no entanto, devem permanecer altas, chegando em até 38°C. (Foto: Amanda Vieira/JP)

Apesar das altas temperaturas registradas nos últimos dias, está prevista uma pancada de chuva para o próximo final de semana em Piracicaba e região, conforme prevê o CMP (Centro de Meteorologia Paulista). Mesmo com a rápida chuva prevista, as temperaturas, no entanto, devem permanecer altas, chegando em até 38°C.

De acordo com graduando em gestão meteorológica, Rodrigo Possebom, outubro se torna um mês atípico em matéria de chuvas. Segundo ele, com relação aos outros anos, o mês é bastante seco e a previsão apresentou que seria muito quente. “As temperaturas estão acima da normalidade até o momento, mas a cada ano, as temperaturas estão cada vez mais altas!”, observou.

“Houve uma chuva no final de setembro e agora voltou a esquentar novamente, 37°C, 38°C, a passagem de um sistema no fim de semana com o ar refrescando um pouco e depois novamente mais ondas de calor que devem ser mantidas no mês de outubro”, afirmou.

O Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) confirma a previsão de chuvas para final de semana, principalmente no domingo. “Mudanças importantes com chuvas fortes no domingo e até lá, possíveis pancadas isoladas e muito calor”, destacou a pesquisadora Ana Ávila.

A previsão é que depois da frente fria no fim de semana, outras ondas de calor devam chegar à região. Segundo Possebom, o calor atinge quase todo o país e é um fator que agrava todo o território, que está com aquecimento acima da normalidade e com tempo seco. “Os ventos que soprarão do centro do país trazem o ar cada vez mais quente e seco, isso agrava a respiração, a qualidade do ar, traz um ar mais poluído e essa situação está prevista pelo menos para os próximos cinco dias: muito calor e depois um sistema rápido, com outra onda de calor em seguida, finalizando um mês bem quente”, afirmou Possebom.

Beto Silva
[email protected]