Cada comissionado da Câmara recebe salário que vai de R$ 3,8 mil a R$ 10 mil/mês | Foto: Arquivo/JP

Com 105 cargos comissionados, a Câmara de Vereadores de Piracicaba tem gasto mensal de R$ 604.871,30 com salário desses servidores. Os dados estão disponíveis no Portal da Transparência da Casa de Leis. Só para os gabinetes dos 23 vereadores, são 92 funcionários em comissão, uma vez que cada vereador tem quatro assessores, sendo um assessor chefe de gabinete parlamentar e três assessores de gabinete parlamentar, segundo Lei Ordinária 5.838, de 2006.

Foto: Reprodução


Desta forma, com a não reeleição de 13 vereadores, há a possibilidade de exoneração de pelo menos 52 assessores parlamentar, para que os vereadores eleitos possam escolher suas equipes. De acordo com a assessoria de imprensa da Câmara, os valores de rescisão só serão fechados no dia 1º de janeiro de 2020, quando e se houver exoneração.


Isso, de acordo com a assessoria, “devido a algumas situações como, por exemplo, a manutenção de assessores parlamentares de vereadores não eleitos por vereadores eleitos”, explica em nota. “A contratação dos assessores não está vinculada ao gabinete do vereador e sim ao quadro geral de servidores da Câmara. Os mandatos se encerram em 31 de dezembro, o que garante a permanência de todos (que desejarem) até esta data”, complementa.


Para a presidência da Câmara, há oito assessores especiais, sendo um assessor especial de gabinete da presidência; um diretor de relações públicas e cerimonial; um diretor de assunto do legislativo; um diretor de assuntos jurídicos; um diretor de documentação e transparência; um diretor da TV Legislativa; e um cargo de diretor administrativo; um diretor de comunicação. O salário do assistente especial de gabinete da presidência é de R$ 8.390,54. Já os diretos, o salário de cada um é de R$ 10.035,82.

Em seguida, a Casa tem um assessor chefe de gabinete da 1ª secretaria; um assessor chefe de gabinete da 2ª secretaria; um assessor chefe de gabinete da presidência; um assessor chefe do gabinete da vice-presidência; e 19 assessores chefe de gabinetes. O cargo de assessor chefe do gabinete da presidência tem salário de R$ 10.035,82. Já os demais cargos de assessores chefe, R$ 6.832,41.


Assessores de gabinete parlamentar são 67, com salários de R$ 5.061,84 cada. E, por fim, sete assessores de relações públicas e cerimonial, com salário de R$ 3.819,70 cada.

Os diretores, segundo a assessoria, estão atrelados à presidência. A permanência deles na Casa depende da indicação da próxima presidência eleita.

LEIA MAIS:

Andressa Mota

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 + 12 =