Câmara discute conservação do Teatro e Pinacoteca municipais

Ao todo são apresentadas 16 questões que envolvem manutenções, licitações para reformas entre outras. (Foto: Amanda Vieira/JP)

O estado de conservação do Teatro Municipal Dr. Losso Netto e da Pinacoteca Miguel Dutra, esteve em discussão nesta segunda-feira na Câmara de Vereadores de Piracicaba durante a 1ª reunião extraordinária do ano. Os questionamentos iniciais vieram do vereador Paulo Camolesi (PDT), que apresentou dois requerimentos sobre o assunto.

No documento sobre o Teatro Municipal, Camolesi lembrou que a casa de espetáculos foi fechada para reforma no primeiro semestre de 2013 e a entrega das obras ocorreu em agosto de 2018.

O parlamentar listou dez questionamentos, entre eles a cópia de contrato de licitação para as obras, relatório dos reparos e produtos utilizados, e AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) para funcionamento do local.

No segundo requerimento o pedetista falou da situação de abandono da pinacoteca municipal e pontuou problemas estruturais e rede elétrica, falta de iluminação em salas, goteiras, paredes com pinturas desgastadas, infiltrações, entre outras.

Ao todo são apresentadas 16 questões na propositura, como o relatório das últimas manutenções, licitações para reformas, servidores públicos alocados e realocados e medidas de segurança para que não ocorra furto das obras.

LOSSO NETTO

No caso do teatro, entre as solicitaçõs ao Executivo estão cópia do contrato de licitação com a empresa responsável pela obra, em 2013, e relatório de todos os custos (desde a manutenção, reparos e produtos). Além de pedir relatório da quantidade de portas de saída de emergência e dos equipamentos de segurança disponíveis em casos de incêndio

PINACOTECA

Entre os questionamentos sobre a Pinacoteca estão possíveis problemas na rede elétrica, falta de iluminação em salas, goteiras, paredes com pinturas desgastadas e infiltrações. “A estrutura foi pintada há cinco meses pela prefeitura, mas já apresenta desgastes e novas infiltrações”, diz o texto, ao declarar que faltam computadores para cadastramento e atualização das obras de arte pertencentes ao acervo. O requerimento indaga ainda se os problemas no imóvel ameaçam a estrutura da Pinacoteca, quais medidas são adotadas para solucioná-los e em quais prazos.

Da Redação

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

12 − 9 =