Câmara Municipal é citada como referência em guia do Congresso

Parlamento Aberto de Piracicaba é referência nacional | Foto: Amanda Vieira/JP

A nova versão do Guia do Parlamento Aberto da Câmara dos Deputados, lançado ontem em Brasília, contou com a participação da Câmara de Vereadores de Piracicaba na elaboração. A informação foi revelada na quinta-feira (17) pelo presidente do legislativo local, o vereador Gilmar Rotta (CID).

Trata-se de um documento de 25 páginas que, a partir de agora, deve ser referência para casas legislativas de todo o país, como informa a assessoria da Câmara de Piracicaba, “adotarem ações que garantam mais transparência e abertura à participação popular”.

O material foi desenvolvido de forma colaborativa por servidores da Câmara dos Deputados, do Senado Federal, da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, da Câmara Legislativa do Distrito Federal e da Câmara de Vereadores de Piracicaba, esta representada pelos diretores de departamentos Bruno Didoné de Oliveira, de Documentação e Transparência, e Valéria Rodrigues, de Comunicação.

Rotta diz que esta notícia encerra seu mandato à frente do Legislativo local “com êxito”. “Recebo essa informação com muita felicidade e compartilho com todo os colaboradores da Câmara que se empenharam para implementar o Parlamento Aberto”, destaca o parlamentar.

A participação da equipe de Piracicaba se deu por meio de reuniões online junto a Sérgio Falcão, analista do Programa de Cooperação Técnica da Assessoria de Projetos de Gestão, da diretoria-geral da Câmara dos Deputados. Para Falcão, a nova versão é “muito mais capilarizada”, já que, com a participação da Câmara de Vereadores de Piracicaba na elaboração, ampliou o olhar para experiências bem-sucedidas em legislativos municipais.

Na área de comunicação, por exemplo, uma das orientações básicas é “Informar telefone e e-mail dos gabinetes dos parlamentares”, enquanto entre as intermediárias está “Divulgar respostas às perguntas mais frequentes da sociedade” e, entre as avançadas, “Divulgar anualmente a quantidade de pedidos de informação recebidos, atendidos e indeferidos”, segundo Valéria Rodrigues, como já faz a Câmara de Vereadores de Piracicaba.

Erick Tedesco

Leia mais

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezessete − 8 =