Doações são feitas pelo Fussp, que faz a triagem e distribuição (Foto: Amanda Vieira/JP)

A Campanha do Agasalho 2020 recolheu cerca de 43.500 peças, divulgou ontem Paulo César do Amaral, diretor de marketing do projeto Pernas Caipiras, entidade que coordenou a ação junto ao Fussp (Fundo Social de Solidariedade de Piracicaba) e a Smads (Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social). O Jornal de Piracicaba e a Revista Arraso, além de outros veículos e estabelecimentos locais, apoiaram a campanha.

“A contagem oficial é da central de projetos do Fussp. Este é o montante de doações entre roupas, calçados e cobertores”, ele destaca, e garante que todas as peças, como pediram, estão em bom estado de conservação e foram devidamente higienizadas antes de guardadas em caixas, já aptas para serem doadas.

A maior parte da doação é composta por roupas, como agasalhos, camisas e calças. “Considerando a realidade imposta pela pandemia da covid-19 e a dificuldade das pessoas de saírem de casa, além de menos postos de coleta neste ano, avaliamos o resultado da ação como excelente”, fala Amaral.

As doações das mais de 43 mil peças agora ficam a cargo do Fundo Social, que faz a triagem e a distribuição. A campanha durou do dia 1 de junho a 31 de julho, mas o Fussp já arrecadava desde maio. “A contabilidade destas doações é de maio ao final de julho”, ele aponta. “O Pernas Caipiras agradece a população piracicabana, sempre muito solidária a campanhas de arrecadação de roupas e alimentos. Tem feito sua parte neste período em que qualquer ajuda é importante”,completa o integrante do grupo.

Famílias não cadastradas nos serviços sociais do município podem procurar o Cras (Centro de Referência da Assistência Social) mais próximo para receber as doações.

Erick Tedesco

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

15 + doze =