A campanha de doação de roupas deste ano tem 28 pontos de arrecadação; ação vai até 31 de julho (Foto: Claudinho Coradini/JP)

A Campanha do Agasalho deste ano está permeada em um contexto que requer ainda mais solidariedade com aqueles que precisam: a pandemia da covid-19. Até 31 de julho doações de agasalhos, calçados e cobertores são mais do que bem-vindos em 28 pontos de arrecadação na cidade. A campanha é realizada pelo Fussp (Fundo Social de Solidariedade de Piracicaba) e tem como parceiros o Jornal de Piracicaba e Revista Arraso, Drogal, Instituto José Cançado, blog Resenha Esportiva, Rádio Difusora, Revista Trinova e os projetos sociais Pernas Caipiras, Fios do Bem, Eu Me Importo Piracicaba, Torcida Esquadrão, Treino da Ressaca e Amigos do Bem, da Unimed e HFC (Hospital dos Fornecedores de Cana).

“Como a gente está com essa questão da pandemia, a gente sabe que o pessoal está com um pouco de receio de sair de casa, então o objetivo nosso é arrecadar o máximo possível dentro desse cenário adverso mesmo porque muitos estão precisando”, comenta Paulo César do Amaral, diretor de marketing do projeto Pernas Caipiras.

Amaral conta que um drive thru tinha sido programado para integrar a campanha, porém, pelo aumento de casos da covid-19 no município, a prefeitura estuda melhor a possibilidade para não colocar os voluntários em risco.

“[Pedimos] que essas doações sejam de peças em bom estado de conservação e, se possível, as pessoas façam as doações dos produtos já higienizados e embalados pra gente conter a disseminação do coronavírus”, lembra Amaral.

As doações arrecadadas serão destinadas à Central de Projetos da Prefeitura, que será responsável pela distribuição. De acordo com a Smads (Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social), as famílias não cadastradas nos serviços sociais do município podem procurar o Cras (Centro de Referência da Assistência Social) mais próximo para receber tanto os agasalhos quanto cestas básicas.

ARRECADAÇÃO
A população pode levar as doações na Central de Projetos, na rua professor José Rosário Losso, 946, no Jaraguá; na Estação da Paulista; na Prefeitura; na Smads; nas lojas Drogal; na Casa da Esperança na av. Rui Barbosa, 222, e rua Juscelino Kubitschek, 200, Vila Rezende; nas lojas do Supermecado Alto Giro, na Clínica Veterinária Frasson; na ManipulaVet, Hospital Veterinário na rua Mem de Sá, 234, Castelinho e nos Postos 35.

Os contatos da Central de Projetos são (19) 3422-9677 e 3422-6170.

Andressa Mota

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

11 + quatro =