Candidatos a prefeito podem gastar até R$ 395 mil na campanha

Os prazos do TSE para as eleições deste ano foram alterados por causa da pandemia de covid-19 (Foto Claudinho Coradini/JP)

Os candidatos a prefeito e a vereador em Piracicaba terão um limite de gastos de R$ 395,974 mil e R$ 59,093 mil, respectivamente, na campanha eleitoral deste ano, segundo informou o TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O teto sofreu aumento de 14% em relação aos gastos permitidos há quatro anos, quando das últimas eleições municipais. Como Piracicaba tem a possibilidade de ocorrer o segundo turno, o candidato a prefeito pode ter um acréscimo de R$ 158,389 mil na campanha.

Os valores são calculados com base no IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) medido entre junho de 2016 a junho de 2020.

CONVENÇÕES
De olhos nos novos prazos do TSE para as eleições deste ano, alterados por causa da pandemia de covid-19, alguns partidos estão realizando as convenções para definição dos candidatos.

Na última quarta-feira, dois partidos definiram as chapas para a disputa, em Piracicaba. O PDT (Partido Democrático Trabalhista) a jornalista Carolina Angelelli como candidata a prefeita e o advogado Giovanni Bertazzoni como vice, em chapa única. A convenção do partido pedetista também oficializou 33 candidatos a vereador.

Já o PL (Partido Liberal) realizou, no mesmo dia, a convenção que definiu os nomes do empresário e economista José Pedro Leite da Silva e da advogada Vivian Previde para prefeito e vice.

As duas convenções foram presenciais e, de acordo com os organizadores, seguiram as regras de uso de máscara, álcool em gel e distanciamento entre os participantes.

Além dos candidatos ao Poder Executivo, o PL oficializou a candidatura de 35 postulantes ao cargo de vereador.

O Solidariedade informou que vai realizar a convenção nesta segunda-feira (7), das 9 ao meio-dia. O encontro deve homologar a candidatura de chapa de candidatos à eleição da Câmara de Vereadores de Piracicaba. A convenção também vai definir a formação de coligação, escolha de candidatos a prefeito e vice-prefeito para a eleição majoritária.

O TSE definiu o próximo dia 16 como prazo limite para que os partidos políticos realizem as convenções para a composição das chapas.

Beto Silva