Banda piracicabana lança clipe rodado no bairro Monte Alegre

Clipe da banda piracicabana foi rodado no Monte Alegre | Foto: Leonardo Benaci

O histórico bairro do Monte Alegre foi a locação escolhida pela banda piracicabana de pop rock Capitão Nemo para rodar o videoclipe de ‘Jack Soul Brasileiro’, cujo tema é o povo nacional. A produção foi lançada ontem e pode ser assistido no canal de Youtube do grupo (https://bit.ly/2JLOlFO) ou na página oficial do Facebook (capitaonemo.oficial).

O vocalista Bruno Razera contra sobre as diversas razões pela escolha do Monte Alegre. “O cenário combinava muito com o programado a fazer, como fundos de construção. Ali tinha cenários versáteis, além de sempre ter sido um desejo da banda em gravar ali”.

O grupo local ganhou notoriedade na cena independente após o lançamento do EP “Não Nasci Para Ser o Mesmo”, em 2019, que conta com produção do Midas Music e direção artística de Rick Bonadio, reconhecido produtor de bandas como Mamonas Assassinas, Fresno e CPM 22. Além de Razera, a banda é Denis Floriano (guitarra), Caio Mendes (baixo) e Caio Buck (bateria).

Conhecida canção de Lenine, “Jack Soul Brasileiro” ressalta a influência que o músico pernambucano exerce sobre a banda piracicabana. “A ideia de fazer essa nova versão veio principalmente por nossa admiração pelo Lenine. O swing escrachado e seu jeito impactante de escrever, marcado por sua brasilidade sempre influenciaram nossas composições”, afirma o vocalista.

A sonoridade da releitura é algo que a banda vem explorando desde a gravação de “Não Nasci Para Ser o Mesmo”. “Decidimos apostar cada vez mais em guitarras pesadas, com riffs expressivos e um groove mais moderno. Queríamos deixar esses elementos ainda mais visíveis na nossa versão de ‘Jack Soul Brasileiro’, afinal, somos apaixonados por rock and roll”, explica o baixista Caio Mendes.

O videoclipe foi dirigido por Leonardo Benaci. “Achamos que o material não deveria ser sobre a banda, mas, sim, sobre as pessoas, sobre o povo brasileiro. Queríamos mostrar um povo que, embora diversificado, consegue se conectar”, diz o baterista Caio Buck.

Erick Tedesco

Leia mais

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

catorze − 14 =